Conecte-se conosco

Economia

Governo estuda novo valor do auxílio emergencial, com parcelas entre R$ 150 e R$ 375

A proposta em análise no Congresso prevê o pagamento de mais quatro parcelas, entre os meses de março e junho, contemplando cerca de 40 milhões de brasileiros

Publicado

em

Auxílio Emergencial: receber sem ter direito pode dar até 5 anos de cadeia

O Governo Federal continua decidindo os detalhes da nova rodada de pagamentos do auxílio emergencial, prevista para iniciar já neste mês. A proposta, que está sendo apreciada pela equipe econômica, prevê novos valores para o benefício, com parcelas de R$ 150 a R$ 375, de acordo com o perfil do beneficiário.

Neste caso, o valor mínimo seria destinado a pessoas que moram sozinhas, enquanto o maior valor deve contemplar mulheres que são chefes de família. De acordo com o projeto, a parcela padrão do auxílio emergencial será de R$ 250.

Uma novidade é que, neste ano, cada família tem direito a apenas um benefício. Em 2020, dois integrantes de uma mesma família podiam receber o auxílio emergencial.

A proposta do governo em análise no Congresso prevê o pagamento de mais quatro parcelas do auxílio, entre os meses de março e junho. Ao todo, cerca de 40 milhões de brasileiros devem ser receber a extensão do benefício, que terá um custo de R$ 38 bilhões aos cofres públicos.

Você pode gostar
Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.