Conecte-se conosco

Ações, Units e ETF's

Ibovespa fecha em alta de 1,24%, aos 105.811,25 pontos

As bolsas norte-americanas não funcionaram devido a feriado nos EUA. O dólar encerrou em baixa de 0,53%, a R$ 5,5650.

Publicado

em

Crédito: Agência Brasil

O Ibovespa fechou a sessão desta quinta-feira (25) em alta de 1,24%, aos 105.811,25 pontos. As bolsas norte-americanas não funcionaram devido a feriado nos Estados Unidos.

O dólar, por sua vez, fechou em baixa de 0,53%, a R$ 5,5650, depois de oscilar entre R$ 5,5490 e R$ 5,5983.

Na Europa, Frankfurt subiu 0,24%; Londres subiu 0,32%; Paris subiu 0,48%; Madri subiu 0,54%; Stoxx subiu 0,43% (481.76).

Levantamento do Poder360, com dados do Investing, mostra que o Ibovespa é o índice de ações com pior desempenho entre as bolsas emergentes no mundo neste ano. O principal índice da bolsa brasileira recuou 12,2% em 2021 até ontem, na contramão de outros países emergentes. O segundo pior desempenho é o do índice da bolsa de Shangai, na China, que sobe 3,4% no ano. Em seguida estão o índice Kospi (Coreia do Sul), com alta de 4,2%, e o IPSA, do Chile, com ganho de 10,8%.

Em relação aos juros futuros, após os ajustes, o DI para janeiro de 2022 estava na máxima de 8,714%, mas abaixo do ajuste da véspera (8,725%). Para janeiro de 2023, fechou a 12,095% (de 12,146%); para janeiro de 2024 a 11,970% (de 11,973%); para janeiro de 2025 a 11,860% (de 11,835%); para janeiro de 2027 a 11,810% (de 11,733%); para janeiro de 2029 a 11,820% (de 11,722%); e para janeiro de 2031 a 11,770% (de 11,652%).

Foto divulgação

Ibovespa: empresas

  • Confira as 3 maiores altas do dia, segundo a Eleven Financial:

    📈#GOLL4 +9,69% (R$ 17,10)
    📈#BPAN4 +8,27% (R$ 12,30)
    📈#CVCB3 +6,87% (R$ 16,81)

  • Confira as 3 maiores quedas do dia:

    📉#MRFG3 -2,86% (R$ 24,45)
    📉#JBSS3 -2,45% (R$ 35,37)
    📉#GNDI3 -2,17% (R$ 68,58)

Commodities

Do lado das commodities, o petróleo tipo Brent para fevereiro caiu 0,16%, a US$ 80,92/barril, e o cobre para dezembro caiu 0,65%, a US$ 4,4375/libra-peso.

Ibovespa: investidor estrangeiro

O investidor estrangeiro sacou R$ 1,36 bilhão líquidos da B3 no dia 23 de novembro. No acumulado do mês, o fluxo líquido está positivo em R$ 1,72 bilhão, resultado de R$ 262,19 bilhões em compras e R$ 260,46 bilhões em vendas. Em 2021, o saldo está positivo em R$ 56,43 bilhões. A informação foi compilada pelo BTG Pactual com dados da B3.

O investidor Pessoa Física (individual e clubes de investimento) retirou R$ 640,17 milhões líquidos no dia 23, com um fluxo negativo de R$ 1,21 bilhão em novembro. No ano, o saldo é negativo em R$ 3,67 bilhões.

Já o Institucional ingressou com R$ 796,9 milhões líquidos no dia 23. No mês, o saldo está negativo em R$ 3,41 bilhões e, no ano, em R$ 65,34 bilhões.

Coronavírus

Levantamento do consórcio de imprensa mostra que o Brasil registrou na quarta-feira (24) 176 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de óbitos chegando a 613.416 desde o início da pandemia.

Assim, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 217. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -6% e aponta tendência de estabilidade.

Publicidade
Comentários

Ações, Units e ETF's

Ibovespa fecha em baixa de 0,87%, aos 101.915,45 pontos

O Ibov acumula perda de 1,53% em novembro, sendo menos 14,37% em 2021 e menos 6,41% em 12 meses.

Publicado

em

Crédito: Agência Brasil

O Ibovespa fechou a sessão desta terça-feira (30) em baixa de 0,87%, aos 101.915,45 pontos. O giro financeiro marcou R$ 46,9 bilhões.

O Ibov acumula perda de 1,53% em novembro, sendo menos 14,37% em 2021 e menos 6,41% em 12 meses

Em Nova York, o Dow Jones caiu 1,86% (34.483,92), o S&P 500 caiu 1,90% (4.566,95), e a Nasdaq caiu 1,55% (15.537,69).

Na Europa, Frankfurt caiu 0,89%; Londres caiu 0,44%; Paris caiu 0,55%; Madri caiu 0,98%; Stoxx 600 caiu 0,62% (464.36).

O dólar, por sua vez, fechou em alta de 0,46%, a R$ 5,6355, e os Treasuries, que são títulos do Tesouro norte-americano, ficou assim: o T-bond de 30 anos recuou a 1,7870% (1,8532%), o T-note de 2 anos subiu para 0,5470% (0,4843%), e o T-note de 10 anos caiu para 1,4380% (1,4979%).

Em relação aos juros futuros, após os ajustes, o DI para janeiro de 2023 caiu para 11,870% (de 11,896%); para janeiro de 2024 a 11,660% (11,723%); para janeiro de 2025 a 11,490% (11,595%); para janeiro de 2027 a 11,380% (11,573%); para janeiro de 2029 a 11,410% (11,582%); e para janeiro de 2031 a 11,380% (11,572%).

Foto divulgação

Ibovespa: empresas

  • Confira as 3 maiores altas do dia 30, segundo a Eleven Financial:

    📈#CCRO3 +6,95% (R$ 12,31)
    📈#YDUQ3 +4,35% (R$ 21,83)
    📈#BBAS3 +3,34% (R$ 31,84)

  • Confira as 3 maiores baixas do dia 30:

    📉#LWSA3 -10,09% (R$ 13,19)
    📉#CASH3 -9,12% (R$ 2,99)
    📉#CVCB3 -6,39% (R$ 13,62)

Caged

O Caged mostrou uma geração de 253.083 empregos formais em outubro. No ano, o saldo é positivo em 2,645 milhões de empregos. Já o levantamento referente a outubro ficou abaixo da mediana das estimativas (260 mil), que variavam entre 206.121 e 470.065

Ibovespa: commodities

Do lado das commodities, o barril do WTI para janeiro caiu 5,39% na Nymex, para US$ 66,18, enquanto o Brent para fevereiro perdeu 5,45% na ICE, para US$ 69,23 o barril.

O cobre, por sua vez, recuou com incertezas sobre impacto da Ômicron na demanda por commodities. Na Comex, dezembro caiu 2,23%, a US$ 4,2780/libra-peso; na LME, contrato de 3 meses tinha baixa de 1,40%, a US$ 9.458,50/t.

Já o contrato de ouro para fevereiro, que se tornou o mais líquido na Comex, caiu 0,49%, para US$ 1.776,50 por onça-troy.

Coronavírus

Levantamento do consórcio de imprensa mostra que o Brasil registrou na segunda-feira (29) 114 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de óbitos chegando a 614.428 desde o início da pandemia.

Assim, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 227. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -7% e aponta tendência de estabilidade.

Continue lendo

Ações, Units e ETF's

BTG coloca no mercado seu 1º fundo de índice de ações de commodities do país

Atualmente, as commodities representam 65% das exportações brasileiras

Publicado

em

O BTG colocou no mercado seu primeiro fundo de índice de ações de commodities do país. Trata-se do ETF BTG Pactual Teva Ações Commodities Brasil Fundo de Índice (CMDB11), que replica o índice Teva Ações Commodities Brasil, negociado em bolsa.

O movimento se dá em parceria com a Teva Indices, e o ETF reúne 29 empresas brasileiras de commodities responsáveis por 97% das exportações do setor.

Segundo o BTG, o ETF é composto por empresas que atuam em mineração e metalurgia, alimentos de carnes e derivados, papel e celulose, açúcar e álcool, extração de petróleo e produção agrícola.

Sócio e head de renda variável da BTG Pactual Asset Management, Will Landers disse que o Brasil é um dos maiores produtores e exportadores de commodities no mundo, que segue com tendência de alta puxada pela recuperação da demanda internacional.

Ele ressaltou que o ETF CMDB11 nasce como ótima alternativa doméstica para diversificar os investimentos, apostando em um setor atrelado à economia global, com receita dolarizada.

Colheita de soja

BTG – Commodities

De acordo com o BTG, entre julho de 2016 e outubro de 2021 o índice acumulou uma performance de 254,4% ante 98,2% do Ibovespa no mesmo período. Atualmente, as commodities representam 65% das exportações brasileiras. No mercado global, o Brasil representa 50% do comércio mundial de soja, 13,4% da produção global de carnes e 4% da produção de petróleo.

Continue lendo

Ações, Units e ETF's

Ânima (ANIM3) consolida posicionamento em educação médica, diz XP

A companhia anunciou que a DNA Capital investirá R$1 bi na Inspirali

Publicado

em

A XP Investimentos analisou o ativo Ânima Educação (ANIM3) em seu portfólio e optou por reiterar a recomendação de Compra.

De acordo com a corretora, a companhia anunciou que a DNA Capital investirá R$ 1 bilhão na Inspirali, a vertical de faculdades de medicina, por uma participação de 25%.

Também disse que a transação visa acelerar os esforços de expansão da Inspirali e fortalecer seu ecossistema.

E acrescentou que a Inspirali se tornará uma empresa independente para que a transação prossiga e, ao fazer isso, pode destravar valor ao separar os dois negócios – educação não-médica e educação médica.

“Por fim, a transação ajudará a Ânima em seus esforços de desalavancagem, trazendo a dívida líquida/EBITDA pró-forma para 2,8x (considerando os números do 3T21)”, destacou.

Ânima

Em relação à Ânima, o EV atual da companhia por vaga na escola de medicina é de R$ 3,7 milhões, enquanto o da Afya – outra empresa de faculdades de medicina – é de R$ 3,6 milhões.

“No entanto, é importante destacar que Ânima não é uma companhia puramente de faculdades de medicina, sendo que apenas 37% do seu EBITDA de 9M21 derivou da Inspirali. Consequentemente, nossa visão é que uma avaliação por soma das partes poderá revelar mais valor”, rtessaltou.

E disse mais: “a Ânima apresentou um endividamento líquido (excluindo arrendamentos) de R$ 3,1 bilhões no 3T21, sendo que R$ 2 bilhões desse valor serão alocados na Inspirali no momento da reorganização (consulte a Figura 2). A transação deve trazer a dívida líquida/EBITDA pró-forma para 2,8x (excluindo arrendamentos).”

Veja ANIM3 na Bolsa:

Continue lendo

MAIS ACESSADAS