Conecte-se conosco

Ações, Units e ETF's

Petrobras apresenta resultados com efeitos não recorrentes e XP mantém venda

Na teleconferência, Roberto Castello Branco usou camiseta com a frase “mind the gap”

Publicado

em

A XP Investimentos reiterou a recomendação de venda para a Petrobras (PETR4), apesar da petroleira ter apresentado balanço considerado forte por boa parte do mercado no quarto trimestre de 2020.

Isso porque para a gestora, os números da companhia vieram com diversos efeitos não recorrentes, e que não refletem o cenário atual.

“Vale ressaltar que o Ebitda Ajustado no período foi de R$31,7 bilhões, em linha com nossa estimativa de R$30,7 bilhões por uma diferença de 3,0%, mas, menos 5,8% abaixo do consenso de mercado de R$ 33,6 bilhões”, informou.

E disse mais: “no mesmo período, a Petrobras registrou um lucro de R$ 59,9 bilhões, incomparavelmente acima da nossa estimativa de lucro de R$ 2,0 bilhões e expectativa do consenso de mercado de Lucro Líquido de R$9,9 bilhões.”

Já a dívida líquida, elencou, foi de R$328,3 bilhões, uma redução de -2,2% em relação ao terceiro trimestre de 2020 (R$373,5 bilhões).

Na sequência, a relação Dívida Líquida / EBITDA ajustado no período foi de 2,22x, também uma redução em relação ao nível de 2,33x do terceiro trimestre de 2020. Tal redução de endividamento pode ser considerada positiva por investidores.

“Mantemos recomendação [de Venda] com preços-alvo de R$24 por ação para PETR4 e PETR3.”, frisou.

Essar Group faz oferta por Petrobras

Petrobras: mind the gap

Na teleconferência realizada na manhã desta quinta-feira (25) com analistas para comentar os últimos resultados da Petrobras, Roberto Castello Branco, presidente da estatal, utilizou uma camiseta com a frase “mind the gap” numa referência ao metrô de Londres. Na tradução literal, significa “cuidado com o vão”.

Ele explicou que a frase na camiseta está relacionada ao nome dos planos estratégicos da empresa de 2020 a 2024 e de 2021 a 2025. A mensagem, no entanto, também pode ser entendida como recado para o futuro da companhia após sua saída.

“Resolvemos nos comparar com o que há de melhor no mercado. E nosso compromisso é de ‘mind the gap’: fechar a diferença de performance que nos separa das melhores empresas do mundo”, disse Castello Branco.

Na mesma transmissão, o executivo enfatizou que não existe separação entre as finanças e as operações da Petrobras e afirmou que são as empresas que geram riquezas para o país, não o Estado.

Veja PETR4 na Bolsa:

Você pode gostar
Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.