Conecte-se conosco

Agronegócio

5 destaques da semana no agronegócio

Para ficar por dentro dos acontecimentos que giram em torno do agronegócio brasileiro, veja a matéria e fique por dentro das notícias!

Publicado

em

Na semana que está terminando, cinco notícias acerca do agronegócio destacaram-se para aqueles que são entusiastas desse setor do mercado brasileiro. Nesse sentido, iremos trazer as cinco matérias, confira:

Veja também: Programa AgroResidência capacita jovens para o mercado de trabalho

O primeiro assunto gira em torno da Marfrig (MRFG3) assumindo conselho, influenciado diretamente na BRF (BRFS3). A priori, a BRF (BRFS3) iniciou um “novo capítulo” de sua história com a mais recente mudança no conselho de administração.

Nesse sentido, no início da semana, a Marfrig (MRFG3), que possui cerca de 33% de participação na BRF, assumiu o colegiado concomitantemente com o fundador Marcos Molina elegendo-se como presidente, enquanto Sérgio Rial, o atual presidente do conselho do Santander Brasil passou a ser o vice-presidente.

O segundo assunto está relacionado à JBS (JBSS3). O Bank of America (BofA), passou a enxergar a JBS como um ação dialética, “atacante e defensiva”. O banco, nesse sentido, incentiva a compra e vê potencial de valorização em 12 meses em cerca de 86% das ações.

O preço estipulado para cada ação da JBS gira em torno de R$67. De acordo com o Bank of America, “Reiteramos nossa recomendação de compra dado ao baixo risco de queda das ações da JBS e revisamos nosso preço-alvo com base nos números apresentados no quarto trimestre de 2021 (4T21)”, disseram.

A terceira notícia está atrelada a Ambipar (AMBP3) e a Minerva (BEEF3). Por meio de um custeio, a Biofílica Ambipar Environment, comemorou um memorando de entendimentos com a Minerva (BEEF3), visando estabelecer alguns termos e condições para a criação de uma joint venture.

Por meio desse projeto, ambas irão atuar na avaliação e implementação de projetos voltados a carbono nas propriedades ligadas à cadeias de fornecedores da Minerva.

O quarto destaque está ligado também a Minerva (BEEF3) e Marfrig (MRFG3). Ambas tiveram altas nas ações do setor frigorífico. De acordo com o analista da Ativa Investimentos, Felipe Vela, a Minerva avançou devido à dinâmica de mercado atribuída à alta dos preços voltados ao boi gordo, variando de R$265 em outubro para R$343 nos patamares atuais.

E o quinto destaque refere-se ao dólar. Com a queda do dólar, estima-se que irá sobrar mais bois nos frigoríficos para pressionar as cotações, uma vez que a queda do dólar influencia diretamente no mercado de exportações e importações.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS