Conecte-se conosco

Investimentos

Aprenda como investir na Bolsa de Valores com pouco dinheiro

Para se aventurar na B3, não é necessário ter patrimônios significativos. O segredo é paciência e coragem para começar a investir.

Publicado

em

A prática de investir e poupar ainda não faz parte da realidade de muitas pessoas no Brasil. Mesmo aqueles que possuem esse hábito, a busca por rendimento se dá por meio da caderneta de poupança, considerado um dos investimentos menos rentáveis da atualidade.

Leia mais: Dólar: Declaração de Bolsonaro ajuda a bolsa, mas afunda a moeda norte-americana

Uma das razões para isso está no mito de que para investir na Bolsa de Valores (B3), por exemplo, é necessário ter muito dinheiro. Mas, será que essa afirmação é verdadeira? A resposta é não.

De quanto é preciso para investir na Bolsa?

Aplicar na Bolsa não exige altas cifras de dinheiro. Pelo contrário, investir pouco em renda variável é o ideal para quem deseja se aprofundar no mercado sem colocar em risco a reserva de emergência. Sendo assim, não há um valor mínimo para investir na Bolsa.

Hoje em dia, existem ações negociadas na B3 com diferentes faixas de preços. Certas empresas brasileiras, incluindo as gigantes, contam com ações com valores na casa dos R$ 20 ou R$ 30, por exemplo. As ações, vale lembrar, são como “partículas” de empresas que ficam disponíveis para a venda na Bolsa.

Investir na B3 também exige que a pessoa respeite algumas regras, que de certa forma podem impactar no valor do investimento. Como no caso do mercado comum,  em que é preciso adquirir lotes compostos de no mínimo 100 ações. Ou seja, caso alguém queira aplicar seu dinheiro em uma empresa cuja ação esteja valendo R$ 10, ela terá de desembolsar pelo menos R$ 1 mil.

Como investir na Bolsa de Valores com pouco dinheiro?

Um dos métodos para aplicar na Bolsa de Valores com pouco dinheiro é por meio do mercado fracionário. Dessa forma, é possível comprar apenas uma parte do lote de ações, e não o lote padrão, constituído por 100 ações.

Por meio do mercado fracionário, é possível adquirir entre 1 e 99 ações. Ou seja, lotes menores e, por sua vez, mais baratos. Para diferenciar os lotes padrões dos fracionários, coloca-se ao final dos códigos das ações a letra F de fracionário.

A dica mais importante para quem quer começar a investir na B3 é paciência, visto que no momento da venda das ações, o mercado fracionário pode oferecer menor liquidez. Neste caso, obter o retorno das ações pode levar um tempo além do esperado.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Commodities

Eneva (ENEV3) assina acordo com GVA para operar Tepor

Companhia de energia responderá pela operação do Terminal Portuário de Macaé

Publicado

em

Crédito: Eneva

Nova iniciativa que se insere no plano de diversificação de operações no restante do país, a Eneva (ENEV3) anunciou, nessa terça-feira (28), a assinatura de acordo de exclusividade com o Grupo Vale Azul Participações (GVA), para a formação da joint venture responsável pelo desenvolvimento e operação do projeto do Terminal Portuário de Macaé (Tepor), no Rio de Janeiro.

Eneva é majoritária – Caso o acordo se confirme – condicionado a estudos técnicos e de viabilidade financeira – a joint venture contará com uma participação de 65% da Eneva, como acionista controlador, ficando os 35% restantes com a GVA. Outra repercussão relevante do acordo é que ele garante a Eneva direitos para analisar e negociar, de forma exclusiva, a entrada do projeto até dezembro de 2022.

Projeto diversificado – O projeto integrado de gás natural inclui também, um terminal de granel líquido, um terminal de apoio marítimo, outro de gás natural liquefeito (GNL) – com capacidade para movimentar diariamente 21 milhões de metros cúbicos por dia – e mais um terminal para manuseio de operações de petróleo bruto.

UPGN na fila – Mais à frente, mas fora da transação, será a vez da construção de uma unidade de processamento de gás natural (UPGN), conforme licença ambiental prévia obtida para o empreendimento de infraestrutura e logística.

Marco de entrada – Além disso, o novo empreendimento constitui o marco de entrada da Eneva nesse mercado da região Sudeste, uma vez que a companhia só desenvolvia projetos de geração de energia elétrica integrada à produção de gás natural (gas-to-wire) no Norte e Nordeste.

Diversificação geográfica – De acordo com a Eneva, o projeto desenvolvido em Macaé faz parte da estratégia de diversificar geograficamente as operações, o que inclui o desenvolvimento de um hub de gás no Sudeste, junto a térmicas, infraestruturas associadas, sem contar o suprimento de GNL, por meio do terminal de regaseificação.

Potencial do Tepor – A companhia de energia destaca, ainda, o grande potencial do Tepor, no sentido de acessar gás produzido no país, pois se situa próximo ao Terminal de Cabiúnas e à chegada na costa do gasoduto Rota 2, pelo qual é levado o gás natural do pré-sal da Bacia de Santos à costa.

Distribuição de GNL – “Adicionalmente, se concretizada, a transação dará a Eneva a opção de desenvolvimento de outros negócios no Tepor, como a distribuição de GNL em pequena escala, transbordo de óleo, líquidos e outras cargas”, acrescentou, em nota, a companhia.

Continue lendo

Ações, Units e ETF's

Gafisa homologa aumento de capital que passa a R$1.248 bi

Movimento de 27.892.638 milhões de ações

Publicado

em

A Gafisa homologou seu aumento de capital que passou a R$ 1.248.574.113,49, conforme aviso aos acionistas encaminhado ao mercado.

De acordo com o documento, trata-se de subscrições de ações recebidas, totalizando o montante de 27.892.638 milhões.

Também disse que o movimento foi aprovado pelo conselho e que o novo capital social está dividido em 337.445.727 milhões de ações ordinárias.

E acrescentou que considerando que um pequeno número de acionistas que optaram por condicionar a sua subscrição ao atingimento do valor total do aumento de capital deliberado, e o aumento de capital não atingiu este valor máximo.

Gafisa homologa aumento de capital que passa a R$1.248 bi

Gafisa

Ainda de acordo com o documento, a companhia procederá à restituição dos valores subscritos por esses acionistas, no valor de R$ 51.320,79 mil – equivalente a 11.181 ações – que será transferido no dia 29 de setembro de 2021.

Esta restituição não afeta os valores descritos no parágrafo anterior.

“A Gafisa reitera todas as informações relativas às ações emitidas expostas no Aviso aos Acionistas originalmente apresentado em 19 de julho 2021 – conforme ajustado – e reforça que os direitos e vantagens atribuídos às ações ordinárias emitidas são os mesmos das demais ações ordinárias que compõem o capital social da companhia.

A Gafisa está listada na bolsa brasileira (B3) sob o ticker GFSA3.

Veja o documento:

Gafisa homologa aumento de capital que passa a R$1.248 bi

Continue lendo

Investimentos

B3 ajusta valores de dividendos e JCPs que vai pagar dia 7

Bolsa brasileira

Publicado

em

Isto é Dinheiro

A B3 ajustou os valores de dividendos que vai pagar dia 7 de outubro, conforme aviso aos acionistas.

De acordo com o documento, o movimento foi aprovado pelo conselho e os valores atribuídos por ação relacionados aos dividendos referentes ao segundo trimestre de 2021 foram ajustados de R$ 0,150558108 para R$ 0,15039690, e valores atribuídos por ação relacionados ao pagamento de juros sobre capital próprio, referentes ao terceiro trimestre de 2021, foram ajustados de R$ 0,04426743 para R$ 0,04421329 por ação (valor líquido de R$ 0,03762732 para R$ 0,03758129), sendo que o valor líquido já deduz o Imposto de Renda na Fonte de 15% sobre o valor dos juros sobre capital próprio, exceto para os acionistas que tiverem tributação diferenciada ou que estejam dispensados da referida tributação.

Crédito: Agência Brasil

Mulher observa painel eletrônico da B3. 3/4/2019. REUTERS/Amanda Perobelli

B3

Ainda de acordo com o documento, os dividendos e os juros sobre capital próprio serão pagos com base na posição acionária de hoje.

Também disse que as ações da companhia passam a ser negociadas na condição “ex” proventos a partir de 29 de setembro de 2021.

A B3 está listada na bolsa brasileira sob o ticker B3SA3.

Veja o documento:

B3 ajusta valores de dividendos que vai pagar dia 7

Continue lendo

MAIS ACESSADAS