Conecte-se conosco

Finanças

Banco do Brasil oferece empréstimos de até R$ 20 mil para MEIs e pequenas empresas

Recursos do empréstimo podem ser utilizados para investimentos em inovação e crescimento da empresa, capital de giro, renovação de estoque, entre outros.

Publicado

em

Banco do Brasil

O Banco do Brasil conta com linhas de crédito exclusivas para Microempreendedores Individuais (MEIs) e empresas de pequeno porte (EPP). As modalidades disponíveis são Microcrédito Produtivo Orientado (MPO), BB Microcrédito Empreendedor e BB Giro Rápido, sendo que a oferta pode chegar a R$ 20 mil.

O valor é destinado a atender as necessidades de pequenos negócios, com condições de pagamento facilitadas. Desta forma, os recursos do empréstimo podem ser utilizados para investimentos em inovação e crescimento da empresa, capital de giro, renovação de estoque, entre outros. Saiba mais sobre cada modalidade a seguir:

Microcrédito Produtivo Orientado

Destinado a pequenos empreendimentos, o Microcrédito Produtivo Orientado oferece empréstimos, com valor estabelecido a partir da capacidade de pagamento da empresa e prazo de 5 a 18 meses para pagar.

O crédito pode ser utilizado para melhorar o fluxo de caixa ou na aquisição de equipamentos, ferramentas, móveis e demais itens necessários para o negócio. Além disso, o banco oferece orientação e acompanhamento durante o período de utilização do crédito para que a empresa se desenvolva da melhor maneira possível.

BB Microcrédito Empreendedor

Ideal para quem procura organizar, desenvolver e ampliar seu negócio, o BB Microcrédito Empreendedor visa oferecer recursos para capital de giro e investimentos na empresa. O empréstimo tem valor limite de R$ 15 mil e taxa de juros bastante atrativa, de 0,4% ao mês mais Tarifa de Abertura de Crédito (TAC) de 1% no valor da operação.

Podem solicitar o empréstimo empreendedores informais, MEIs e microempresas com faturamento anual de até R$ 120 mil. O prazo para pagar varia de 120 a 570 dias, de acordo com o tipo de contratação e a categoria (pessoa física ou jurídica, para giro ou investimento).

BB Giro Rápido

O BB Giro Rápido é uma modalidade destinada a atender as necessidades mais urgentes do caixa da empresa, podendo ser liberado à vista ou em parcelas. Disponível para micro e pequenas empresas, o valor do empréstimo é de até R$ 20 mil, com pagamento em até 24 vezes e carência de até 59 dias.

As taxas de juros do empréstimo também são diferenciadas, podendo variar de acordo com o relacionamento com o banco. Quando vinculada ao Fundo de Garantia de Operações (FGO), por exemplo, a tarifa pode ser ainda mais atrativa para o empreendedor.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Finanças

Empréstimo de até R$ 3 mil pelo app da Caixa Econômica Federal

Banco anuncia linha de microcrédito com empréstimos de até R$ 3 mil e contratação pelo aplicativo Caixa Tem.

Publicado

em

A linha de microcrédito anunciada pela Caixa Econômica Federal pode ser lançada ainda no mês de setembro. Há alguns meses, a alta cúpula do banco vem fazendo declarações sobre a liberação de empréstimos de R$ 500 até R$ 3 mil por meio do aplicativo Caixa Tem.

Veja também: Confira o calendário de pagamento da 6ª parcela do auxílio emergencial

O objetivo é atender a população de baixa renda, que poderá parcelar a dívida em entre 18 e 24 vezes. Com o fim do auxílio emergencial, milhões de brasileiros poderão precisar de um empréstimo para manter as contas em dia.

O que se sabe até o momento é que o microcrédito terá taxas de juros reduzidas. Ainda não há informações sobre a possibilidade de contratação por consumidores negativados, mas a expectativa é que esse e outros detalhes sejam divulgados até o fim deste mês.

A Caixa planeja liberar dinheiro para pelo menos 30 milhões de brasileiros. Além disso, o banco terá uma ferramenta para a realização de simulações antes da contratação, tornando o processo mais transparente.

O Caixa Tem foi criado no início da pandemia para facilitar os pagamentos do auxílio emergencial. Com a proximidade do fim do programa, o banco quer continuar oferecendo os serviços já existentes e criar novos para manter seus usuários.

Continue lendo

Finanças

Nubank disponibiliza cartão de crédito para adicionar limite a novos clientes

Banco digital tem cartão de crédito sem limite pré-aprovado que possibilita o próprio usuário escolher quanto pode gastar.

Publicado

em

Cartão Nubank

O Nubank criou um cartão de crédito que não vem com limite pré-aprovado. Para usar o produto, o cliente precisa transferir valores de sua conta digital para o limite do cartão. Isso possibilita que o banco tenha uma espécie de garantia do pagamento e não corra tantos riscos.

Leia mais: Quanto rende R$ 1.000 na conta do Nubank após alta na Selic?

O lançamento da novidade em fevereiro deste ano gerou um certo burburinho de usuários que não entenderam seu motivo. Segundo o banco, o objetivo é criar um relacionamento com clientes que não tenham um bom histórico financeiro para, no futuro, facilitar a aprovação de um cartão tradicional.

A partir de agora, quem já tem limite pré-aprovado também pode usar parte do saldo de sua conta do Nubank para aumentar o limite do cartão de crédito. Essa função é excelente para quem dispõe de pouco crédito e quer gastar mais.

Como funciona?

Por exemplo: ao transferir R$ 200 da sua conta para o cartão, o cliente pode fazer compras no crédito. Caso utilize somente R$ 100, pode transferir novamente o restante para a conta e resgatar quando quiser. Os outros R$ 100 comprometidos voltam a ficar disponíveis após o pagamento da fatura.

O valor não é descontado automaticamente na data do vencimento, o que significa que o usuário precisa quitar a fatura para ter o limite liberado novamente. É possível fazer quantas transferências quiser.

Como adicionar limite?

É bem fácil colocar limite no seu cartão Nubank. Veja o passo a passo:

  • Abra o app do Nubank;
  • Clique em “Ajustar limite”;
  • Aperte em “Adicionar limite”;
  • Insira o valor que quer transferir da sua conta para o limite do seu cartão de crédito;
  • Leia os termos e condições e confirme;
  • Digite a senha de 4 dígitos.

Depois disso é só começar a usar. O cartão é aceito nas mesmas lojas em que produto tradicional do Nubank passa, sejam elas nacionais ou internacionais.

Continue lendo

Finanças

PagBank libera R$ 50 de cashback para quem usar link de pagamento

Link de pagamento permite que o cliente pague uma compra à distância usando cartão de crédito ou boleto bancário.

Publicado

em

O PagBank quer incentivar seus usuários a venderem com links de pagamento. Esse serviço possibilita que o cliente que fez uma compra pague o pedido com cartão de crédito ou boleto bancário, apenas informando seus dados por meio de um link.

Veja também: Vendas no comércio paulistano crescem 14,6% nos primeiros 15 dias de setembro

Para aumentar o uso da ferramenta, a fintech está oferecendo R$ 50 de cashback para os lojistas. Entenda como funciona e quais são as vantagens dessa opção.

Como funciona o link de pagamento?

O consumidor que escolheu seus produtos não precisa ir até o site para fechar a compra. Ele só precisa clicar na URL enviada pelo lojista, inserir os dados de pagamento (cartão, número de parcelas e dados pessoais) e concluir a transação.

O processo é seguro e dispensa o uso da maquininha. É uma ótima solução para quem quer receber ou pagar por produtos e serviços. Também é uma boa saída para os lojistas que vendem online, mas ainda não têm estrutura para criar um site de vendas.

Não há limite para uso dos links, que podem ser compartilhados em redes sociais, e-mail, SMS e site.

Cashback de R$ 50

Para gerar cashback, o cliente do PagBank não precisa ter maquininha nem site. Veja como criar um link para receber o dinheiro de volta:

  • Abra o aplicativo PagBank;
  • Selecione a opção “Vendas”;
  • Clique em “Link de Pagamento”;
  • Toque em “Criar link de pagamento” e siga as instruções;
  • Compartilhe o link de pagamento com o cliente.

Vale destacar que a plataforma do PagSeguro tem taxa de 3,19% por venda a ser recebida em 30 dias. Para receber o valor em menos tempo, 14 dias, a taxa por venda é de 3,99%.

Continue lendo

MAIS ACESSADAS