Conecte-se conosco

Economia

Bolsonaro diz que Petrobras não colabora com a baixa dos preços

Jair Bolsonaro relata que espera que Petrobras contribua e acompanhe a baixa da gasolina, que já está sendo feita “lá fora”. Confira!

Publicado

em

De acordo com o presidente Jair Bolsonaro, seu desejo é que a Petrobras siga com a redução do preço internacional do barril do petróleo, o qual, na terça feita, terminou abaixo de 100 dólares.

Bolsonaro ainda observou que a Petrobras não manteve a espera da aprovação do Congresso referente ao projeto de modificação da cobrança do ICMS antes de repassar uma modificação de 18,8% para gasolina e 24,9% para o diesel.

“Nos últimos dias, o preço do petróleo lá fora tem caído bastante. A gente espera que a Petrobras acompanhe a queda de preço lá fora”, disse.

Com um declínio de 6,54%, o preço do barril do petróleo Brent encerrou com 99,91 dólares. A partir do momento que iniciou a guerra na Ucrânia, o valor subiu, chegando a 139 dólares.

Em outro momento, Bolsonaro novamente voltou a cobrar da Petrobras para que efetue a redução os preços e afirmou que se houver uma nova elevação, o governo interferirá, com o objetivo de não recaia sobre o consumidor.

“A gente está esperando, inclusive, ter um retorno da Petrobras para rever esses preços que foram absurdamente majorados na semana passada”, afirmou.

“Qualquer nova alta a gente vai, da nossa parte aqui, desencadear um processo para que esse reajuste não cheque na ponta da linha para o consumidor. É impagável o preço dos combustíveis no Brasil. E lamentavelmente a Petrobras não colabora com nada.”

Gostou da notícia? Siga nos acompanhando para mais informações!

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS