Conecte-se conosco

Bancos

Caixa estende margem do empréstimo consignado para 35% com carência de 90 dias

Ampliação de limite no crédito consignado é válida até o final deste ano, quando encerra o período de calamidade.

Publicado

em

A Caixa Econômica Federal ampliou de 30% para 35% a margem consignável dos empréstimos que podem ser contratados pelos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O novo limite possui validade até o final deste ano, quando acaba o período de calamidade pública de Covid-19. A norma contempla tanto novos contratos quanto renovações.

Segundo a estatal, as taxas variam entre 1,34% e 1,50%, com carência de 90 dias e até 84 meses para pagar. “Além de ampliar o percentual de comprometimento de renda destinado a empréstimos, a medida destina um percentual de até 5% do total do valor do benefício para saques ou pagamento da fatura do cartão de crédito, totalizando 40%”, informou o banco.

“O prazo do contrato original também pode ser aumentado na renovação, seja para diminuir o valor das parcelas mensais ou para aumentar o valor do crédito a receber”, complementa a Caixa. A fala se refere a portabilidade de operação de crédito que pode ser feita pelo público-alvo que tenha contratado a linha de crédito consignado em outra instituição financeira. 

Por meio da nova margem, um beneficiário que recebe R$ 2 mil mensais pelo INSS pode pedir empréstimos de até R$ 34,5 mil. Antes, o limite de crédito era de até R$ 29,6 mil. Aos beneficiados com R$ 5 mil mensais, os créditos avançam de R$ 68,5 mil para R$ 79,9 mil.

Para contratar ou renovar o empréstimo consignado Caixa, basta acessar a Plataforma Agora SIM; o Internet Banking; e o correspondente Caixa Aqui Negocial. O pedido também pode ser feito nas agências do banco e pelos seus canais de autoatendimento. 

Continue lendo
Publicidade
Comentários