Conecte-se conosco

Artigos

Quer comprar ou investir em ouro? Aqui está tudo que você precisar saber

Comprar ou investir em ouro pode fazer você se sentir como um membro da realeza, mas pode ser complicado e nem sempre lucrativo.

Quando os tempos econômicos ficam difíceis ou o mercado de ações parece agitado demais, os investidores costumam investir em ouro como um porto seguro. Com a inflação em alta e o mercado de ações oscilando em torno de máximos históricos, alguns investidores estão procurando um ativo seguro que tenha um histórico comprovado de ganhos, que é o ouro.

Os poupadores e investidores gostam de ouro por muitos motivos. O metal tem atributos que fazem da commodity um bom contraponto aos títulos tradicionais, como ações e títulos. Eles percebem o ouro como uma reserva de valor, embora seja um ativo que não produz fluxo de caixa.

Alguns vêem o ouro como uma proteção contra a inflação, pois temem que as ações do Banco Central para estimular a economia – como taxas de juros próximas a zero – e os gastos do governo, possam aumentar a inflação.

Aqui estão cinco maneiras diferentes de investir em ouro e alguns dos riscos que vêm com cada uma.

  1. Barras de ouro

Uma das maneiras mais satisfatórias do ponto de vista emocional de possuir ouro é comprá-lo em barras ou moedas. Você terá a satisfação de olhar para ele e tocá-lo, mas a propriedade também apresenta sérias desvantagens. Mesmo se você possuir mais do que apenas um pouco. Uma das maiores desvantagens é provavelmente a necessidade de guardar o ouro físico em um local seguro.

Para obter lucro, os proprietários de ouro físico dependem totalmente do aumento do preço da mercadoria. Isso é diferente em contraste com os proprietários de uma empresa, onde a empresa pode produzir mais ouro e, portanto, ter mais lucro, aumentando seu investimento.

Você pode comprar barras de ouro de várias maneiras. Existem revendedores físicos e online e até mesmo colecionadores locais. Uma loja de penhores também pode vender ouro. Observe o preço à vista do ouro ao comprar, para poder fazer um negócio justo. Você pode fazer transações em barras em vez de moedas, porque provavelmente pagará um preço pelo valor de colecionador de uma moeda, e não pelo seu conteúdo em ouro.

O maior risco é que alguém possa fisicamente tirar o ouro de você, se você não mantiver seus bens protegidos. O segundo maior risco ocorre se você precisar vender seu ouro. Pode ser difícil receber o valor total de mercado de seus ativos. Especialmente se forem moedas e você precisar do dinheiro rapidamente. Portanto, você pode ter que se contentar em vender suas participações por muito menos do que elas valem.

  1. Ouro Futuro

O ouro futuro é uma boa maneira de especular sobre a alta (ou baixa) do preço do ouro. Você pode até receber a entrega física do ouro, se quiser, embora não seja isso que motive os especuladores.

A maior vantagem de usar futuros para investir em ouro é a imensa quantidade de alavancagem que você pode usar. Em outras palavras, você pode possuir muitos futuros de ouro por uma quantia relativamente pequena. Se os futuros de ouro se moverem na direção que você pensa, você pode ganhar muito dinheiro muito rapidamente.

Melhores investimentos em ouro

Melhores investimentos em ouro

Riscos: No entanto, a alavancagem para investidores em ouro futuro corta para os dois lados. Se o ouro se mover contra você, você será forçado a colocar somas substanciais de dinheiro para manter o contrato ou o corretor fechará a posição. Portanto, embora o mercado de futuros permita que você ganhe muito dinheiro, você pode perdê-lo com a mesma rapidez.

Em geral, o mercado de futuros é para investidores sofisticados e você precisará de uma corretora que permita a negociação de futuros, já que nem todas as principais corretoras oferecem esse serviço.

  1. ETFs

Se você não quer o incômodo de possuir ouro físico, uma ótima alternativa é comprar um ETF que monitore a mercadoria. Três dos maiores ETFs mundiais incluem SPDR Gold Shares (GLD), iShares Gold Trust (IAU) e Aberdeen Standard Gold Shares ETF (SGOL). Os objetivos de ETFs como esses é igualar o desempenho do ouro menos a taxa de despesa anual.

Os índices de despesas sobre os fundos acima são de apenas 0,4 por cento, 0,25 por cento e 0,17 por cento, respectivamente, em julho de 2021. No Brasil, o ETF mais conhecido é o GOLD11.

O outro grande benefício de possuir um ETF sobre o ouro é que ele é intercambiável facilmente por dinheiro a preço de mercado. Você pode negociar o fundo em qualquer dia em que o mercado estiver aberto para o preço em vigor. Portanto, os ETFs de ouro são mais líquidos do que o ouro físico e você pode negociá-los no conforto da sua casa.

Riscos: os ETFs oferecem exposição ao preço do ouro, portanto, se ele subir ou cair, o fundo deve ter um desempenho semelhante. Como as ações, o ouro às vezes também pode ser volátil. Embora esses ETFs possuam ouro físico, eles permitem que você evite o maior risco de possuir a mercadoria física: a falta de liquidez e a dificuldade de obter o valor total de seus ativos.

  1. Ações de mineradoras de ouro

Outra forma de tirar vantagem do aumento dos preços do ouro é possuir ações de mineradoras que produzem o material.
De certa forma, essa pode ser a melhor alternativa para os investidores, porque eles podem lucrar de mais de uma maneira com o ouro. Primeiro, se o ouro aumenta, os lucros do mineiro também aumentam. Em segundo lugar, o minerador tem a capacidade de aumentar a produção ao longo do tempo, dando um efeito de golpe duplo.

Portanto, você tem duas maneiras de ganhar, isso é melhor do que depender apenas do aumento do preço do ouro para impulsionar seu investimento.

Riscos: se você estiver investindo em ações individuais, precisará entender o negócio com cuidado. Existem várias mineradoras extremamente arriscadas por aí, então você deve ter cuidado ao selecionar um player comprovado no setor. Provavelmente, é melhor evitar pequenos mineradores e aqueles que ainda não têm uma mina produtiva. Finalmente, como todas as ações, as ações de mineração podem ter preços voláteis.

  1. ETFs que possuem ações de mineração

Não quer cavar muito em empresas de ouro? Então, comprar um ETF pode fazer muito sentido. Os ETFs de mineração de ouro darão a você exposição aos maiores mineradores de ouro do mercado. Uma vez que esses fundos são diversificados neste setor, você não será muito prejudicado pelo desempenho inferior de uma única mineradora.

Os maiores fundos neste setor incluem o ETF VanEck Vectors Gold Miners (GDX), o ETF VanEck Vectors Junior Miners (GDXJ) e o ETF iShares MSCI Global Gold Miners (RING). Os índices de despesas sobre esses fundos são 0,51%, 0,52% e 0,39%, respectivamente, em julho de 2021. Esses fundos oferecem as vantagens de possuir mineradores individuais com a segurança da diversificação.

Riscos: Embora o ETF diversificado proteja você contra o mau desempenho de qualquer empresa, ele não o protegerá contra algo que afete toda a indústria, como preços baixos sustentados do ouro. E tenha cuidado ao selecionar seu fundo. Nem todos os fundos são criados iguais. Alguns fundos estabelecem mineradoras grandes, enquanto outros têm mineradoras pouco conhecidas, que são mais arriscadas.

Por que os investidores gostam de ouro

“O ouro tem um histórico comprovado de retornos, liquidez e baixas correlações, o que o torna um diversificador altamente eficaz”, disse Juan Carlos Artigas, diretor de pesquisa de investimentos do World Gold Council.

Essas qualidades são especialmente importantes para os investidores:

Retorno: o ouro superou as ações e títulos em certos períodos, embora nem sempre os supere.

Liquidez: se você está comprando certos tipos de ativos baseados em ouro, pode convertê-los prontamente em dinheiro.

Correlações baixas: o ouro geralmente tem um desempenho diferente de ações e títulos, ou seja, quando eles sobem, o ouro pode cair ou vice-versa.

Além disso, o ouro oferece outras vantagens potenciais:

Diversificação: Como o ouro não está altamente correlacionado com outros ativos, ele pode ajudar a diversificar as carteiras, tornando-as menos arriscadas.

Reserva de valor defensiva: os investidores geralmente se refugiam no ouro quando percebem ameaças à economia, tornando-o um investimento defensivo.

Esses são alguns dos principais benefícios do ouro, mas o investimento – como todos os investimentos – não é isento de riscos e desvantagens.

Embora o ouro às vezes tenha um bom desempenho, nem sempre é claro quando comprá-lo. Como o ouro por si só não produz fluxo de caixa, é difícil determinar quando está barato. Não é o caso das ações, onde há sinais mais claros com base nos resultados da empresa.

Além disso, como o ouro não produz fluxo de caixa, para lucrar com o ouro, os investidores devem contar com outra pessoa pagando mais pelo metal do que eles. Em contraste, os proprietários de um negócio – como uma mineradora de ouro – podem lucrar não apenas com o aumento do preço do ouro, mas também com o aumento de seus ganhos no negócio. Portanto, existem várias maneiras de investir e ganhar com ouro.

Vale a pena investir em ouro?

Investir em ouro não é para todos, e alguns investidores continuam apostando em negócios com fluxo de caixa, em vez de depender de outra pessoa para pagar mais pelo metal brilhante.

Essa é uma das razões pelas quais investidores lendários como Warren Buffett alertam contra o investimento em ouro e, em vez disso, defendem a compra de empresas com fluxo de caixa. Além disso, é simples possuir ações ou fundos, e eles são altamente líquidos, para que você possa converter rapidamente sua posição em dinheiro, se necessário.

Publicidade
Comentários

Artigos

Magazine luiza termina 3º TRI com estoque excessivo e busca escoar mercadorias na Black Friday

Descontos

Com um final de trimestre com um giro de estoque de produtos de 100 dias, quando considera saudável de até 70 dias, presidente da companhia se diz surpreso. “Não esperávamos”, afirma Frederico Trajano, presidente do Magazine Luiza. Pois, segundo Frederico, a desaceleração que houve nas lojas físicas do terceiro trimestre não foi prevista, com isso a Magazine Luiza busca escoar mercadorias na Black friday.

Em seguida, com o excesso de inventário, empresa registrou uma provisão de R$ 395 milhões nesse terceiro trimestre, o que também contribuiu para a derrubada do lucro da companhia no período. Sendo assim, os lucros do Magazine Luiza caíram em quase 90% e com isso as ações da empresa registraram queda de 16% na última semana.

(LEIA “Magazine Luiza reporta lucro líquido de R$ 22,6 mi no 3º tri, queda de quase 90%” clicando aqui)

Porém, segundo o presidente do Magazine, não há motivos para temer, já que a Black Friday está se aproximando e a empresa ainda conta com as tradicionais promoções de começo de ano.

Black Friday é a estratégia do Magazine Luiza

O Magazine Luiza, que já é uma das marcas com presença registrada na versão brasileira da “Black Friday”. A empresa vinha anunciando algumas medidas para atrair os clientes para a promoção. Pois, na quinta-feira da semana passada, a empresa já tinha anunciou uma promoção. Sendo assim, essa promoção pretende oferecer US$ 5 milhões em cashback aos clientes que comprarem itens selecionados no aplicativo oficial da loja.

O cashback pode ser de até 50% do valor do produto a depender da mercadoria. Essa medida de cashback e toda a preparação para as promoções de novembro do Magazine Luiza vem com a tentativa de reverter o estoque excessivo. “Achamos prudente trabalhar com a provisão para trazer o estoque para um giro menor em dezembro” disse Frederico Trajano.

Por fim, as promoções agendadas já constam como a estratégia oficial para o escoamento. “Claro que você acaba promocionando estes itens para escoar o estoque” concluiu Trajano.

Com a estratégia de escoamento entre novembro e o começo do ano seguinte. Magazine Luiza também busca aumentar as ações da empresa e impedir maiores quedas nas ações.

Então, agora que você já sabe que a Magazine Luiza busca escoar mercadorias na Black friday, que tal se preparar para ela?

Quer ficar por dentro de todas as novidades do mercado financeiro, ações das empresas e economia no Brasil e no mundo? Acesse o Capitalist clicando aqui!

Continue lendo

Artigos

CUIDADO! Confira 5 aplicativos que foram banidos da PlayStore e que podem estar em seu celular

O google baniu de suas plataformas alguns aplicativos.

O Google resolveu banir alguns aplicativos da sua plataforma PlayStore, por questão de segurança para seus usuários.

Primeiramente, baniu-se os aplicativos por identificar um tipo de malware que chama-se “Trojan” que pode ser perigoso para aqueles que baixaram o app.  Pois, o malware “Trojan” pode afetar a segurança do aparelho, autorizando e inscrevendo em serviços de assinatura sem a autorização e conhecimento do usuário.

Esse tipo de malware começou a ser popular por ser fácil para aplicar crimes cibernéticos, invadindo a privacidade e dados das pessoas pelo celular possibilitando roubos.

Confira abaixo quais foram os aplicativos banidos pelo Google.

Aplicativos banidos

Apesar do malware “Trojan” ser perigoso, ele ainda pode passar despercebidos pela segurança do google. Os usuários de Android podem perceber algo errado e acabar desinstalando o app.

EmojiOne Keyboard e Now QRcode Scan foram um dos aplicativos bloqueados e banidos do Play Stores, mas eles já tinham mais de 10 a 50 mil instalações.

Os aplicativos banidos foram:

  • Battery Charging Animations Battery Wallpaper;
  • Dazzling Keyboard;
  • Volume Booster Louder Sound Equalizer;
  • Super Hero-Effect;
  • Classic Emoji Keyboard.

Sendo assim, alertamos quem tem esses aplicativos em seu smartphone, recomenda-se que exclua para a segurança de suas informações e evitar possíveis golpes.

Como evitar esses aplicativos?

Sendo assim, a melhor maneira de proteger seu celular contra esses acidentes é não baixar aplicativos de desenvolvedores avulsos. É importante sempre prestar atenção ao número de downloads e análises. Pois, caso encontre algum aplicativo em seu telefone que não tenha baixado, exclua imediatamente.

Por fim, desconfie de aplicativos em propagandas de sites aleatórios, solicitando para realizar o download por links suspeitos. Então, realize uma limpeza em seus aplicativos e informações pessoas no aparelho, indica-se deletar aplicativos com mais de 6 meses sem usar.

Sendo assim, e com isso você poderá ter mais segurança em seu aparelho sem sofrer possíveis ataques cibernéticos.

Gostou desse post? Quer saber mais? Confira: Pagamento de boleto por aplicativo: Tem horário limite?

Continue lendo

Agronegócio

Passo a passo de como plantar morango em casa

Quer saber como plantar morango em casa? Descubra aqui através de 3 passos simples, basta clicar aqui para conferir.

Como plantar morango em casa.

O morango é uma das frutas mais apreciadas devido ao seu sabor adocicado. Por ser uma fruta de pequeno porte, o morango pode ser cultivado tanto em jardins como em vasos. Se você tem interesse em ter seu próprio pé de morango em casa, continue a leitura para descobrir como plantar morango em casa.

Defina o melhor recipiente para plantação

Há diversas maneiras de plantar o morango, mas as mais utilizadas são através de vasos e garrafas pets. No caso do vaso, é necessário que tenha no mínimo 25 cm a 30 cm de profundidade e buracos no fundo para garantir a drenagem da água. Para quem costuma reaproveitar os materiais, o plantio em garrafas pets são uma boa opção. Para isso, você deve cortar a parte de cima da garrafa, ficando somente o seu fundo onde pode ser feito furos para permitir a passagem de água.

Se atente as necessidades específicas da planta

Cada espécie de planta necessita de condições específicas para o seu desenvolvimento. No caso do morango, é importante que o solo contenha os nutrientes certos, por isso é recomendado a utilização de compostos orgânico, ao invés de usar terra. Além disso, essa planta necessita de ao menos 4hdiárias de contato com o sol da manhã ou do fim da tarde. Então, escolha um ambiente na que possa disponibilizar a luz necessária para o crescimento dos seus morangos.

Cuide diariamente

Busque sempre regar os morangos diariamente ou a cada dois dias, mas sem encharcar. Lembre-se que o correto é regar o solo e não as folhas da planta. Além da irrigação, é importante remover regularmente as folhas fracas ou queimadas e realizar a adubação do solo para que sua plantinha cresça forte e saudável!

Continue lendo

MAIS ACESSADAS