Conecte-se conosco

Economia

Cresce procura por franquias baratas; confira opções entre R$ 5,5 mil e R$ 90 mil

Aplicativo de delivery RapidãoApp apresentou crescimento de 400% entre março e outubro, em comparação ao período de novembro de 2019 a fevereiro deste ano.

Publicado

em

No cenário da pandemia de Covid-19, a procura por microfranquias ou franquias baratas foi impulsionada em detrimento de outros modelos de negócios. Existem situações em que as vendas tiveram um aumento expressivo, como o caso do aplicativo de delivery RapidãoApp, que avançou 400%. O crescimento foi registrado entre março a outubro de 2020, em comparação ao período de novembro de 2019 (início das operações) até fevereiro deste ano.

De acordo com a diretora de microfranquias da Associação Brasileira de Franchising (ABF), Adriana Auriemo, pequenos empresários e trabalhadores que perderam o emprego são os principais perfis que adquiriram franquias. No primeiro caso, os empreendedores desfrutam da redução no preço dos aluguéis e juros para criar novos segmentos de atuação; no segundo, os outros profissionais fazem uso das quantias recebidas na rescisão para investir.

Em menor quantidade, estão os franqueados que resolveram ampliar suas operações e os investidores em busca da diversificação de atuação.

No entanto, alguns cuidados são necessários antes de comprar uma franquia, seja qual tamanho for. O recomendado é não investir todo o dinheiro no negócio e se atentar a Circular de Oferta de Franquia (COF). Fique alerta às ofertas de franquias baratas. Segundo os especialistas, o problema nesses empreendimentos pode ser o de se tornar vendedor de produtos da franqueadora e, por consequência, ainda dever taxas altas. Outro fator importante é se preparar para gerir a empresa, se capacitar e permanecer atualizado. 

Confira a seguir 12 opções de microfranquias:

Franquia Investimento inicial Royalties Faturamento médio mensal Lucro médio mensal Prazo de retorno
Conserta Express De R$ 13,5 mil (inclui taxa de franquia) De R$ 990 a R$ 1.405 por mês De R$ 6 mil a R$ 14 mil De 25% a 45% De 6 a 12 meses
e-Lav Lavanderia De R$ 49 mil a R$ 59 mil (inclui taxa de franquia, taxa de instalação e capital de giro) R$ 900 por mês R$ 30 mil R$ 8 mil De 12 a 18 meses
É Seguro A partir de R$ 15,9 mil (home based) e R$ 29,9 mil (loja física) De 10% a 25% sobre o faturamento por mês De R$ 120 mil (home based, após o 7º mês) e R$ 180 mil (loja física) De 15% a 20% De 6 a 12 meses
Ginástica do Cérebro De R$ 59 mil a R$ 69 mil (inclui taxa de franquia, taxa de instalação e capital de giro) 8% sobre o faturamento por mês R$ 15 mil De 25% a 40% De 18 a 24 meses
Marketing Bag R$ 5,5 mil (inclui taxa de franquia, taxa de instalação e capital de giro) R$ 464 por mês R$ 13.640 R$ 5.450 De 1 a 4 meses
Mr. Fit R$ 6.250 (inclui taxa de franquia, freezer adesivado e 100 refeições iniciais) Isento De R$ 2 mil a R$ 12 mil De 30% a 40% De 4 a 12 meses
Multysat De R$ 12,8 mil/home a R$ 87,5 mil/loja (inclui taxa de franquia, capital de giro e portfólio de produtos e serviços)  Isento De R$ 163 mil (home) a R$ 200 mil (loja) De 10% a 20% De 4 a 6 meses
Park Idiomas R$ 50 mil (inclui taxa de franquia, taxa de instalação e capital de giro) Isento R$ 20 mil 25% 20 meses
Pormade Portas R$ 60 mil (inclui taxa de franquia e kit básico de produtos para demonstração na loja física) 2% sobre o faturamento ou R$ 600 por mês 20% de comissão sobre as vendas De R$ 8 mil a R$ 12 mil 12 meses
Rapidão App A partir de R$ 19.650 (incluir taxa de franquia, taxa de instalação e capital de giro) 30% do faturamento por mês R$ 12 mil R$ 5,5 mil De 6 a 12 meses
Solarprime R$ 32 mil (inclui taxa de franquia, taxa de instalação e capital de giro) 5% sobre o faturamento por mês R$ 110 mi 15% De 3 a 12 meses
Sterna Café R$ 89.750 (inclui taxa inicial de franquia, mobiliários e equipamentos e estoque inicial de insumos, entre outros) 4% sobre o faturamento por mês R$ 60 mil De 10% a 20% De 18 a 36 meses

Publicidade
Comentários

Economia

Para comemorar aniversário, Gol oferece passagens nacionais a partir de R$ 99,90 e mais benefícios

Descontos são válidos também para destinos internacionais operados pela companhia aérea.

Publicado

em

GOLL4

A Gol Linhas Aéreas está completando 20 anos de história, e para comemorar, a empresa realiza o Super Feirão de passagens aéreas. Na promoção, o bilhete de volta pode ser adquirido a partir de R$ 99,90, além de outros benefícios, como desconto no despacho de bagagem e wi-fi gratuito.

É importante destacar que, para ter direito aos descontos, é obrigatório comprar as passagens de ida e volta. Ademais, o período para as viagens será entre 1º de março e 30 de setembro, com exceção do mês de julho. As taxas de embarque já estão incluídas.

As passagens adquiridas durante a promoção poderão ser remarcadas sem custos, desde que não haja diferença tarifária. A oferta é válida até as 8h da próxima segunda-feira, 18, e o pagamento pode ser parcelado em até cinco vezes sem juros.

Os descontos também são válidos para voos internacionais operados pela Gol. Neste caso, as passagens de ida e volta para destinos fora do Brasil custam a partir de R$ 998,90, sendo que as taxas de embarque também estão inclusas. A isenção da taxa de remarcação é válida para o trecho São Paulo-Santiago (Chile).

No caso das passagens internacionais, o embarque poderá ocorrer em três períodos distintos, a saber: de 28 de março a 20 de junho, de 5 de agosto a 2 de setembro, e entre os dias 9 e 30 de setembro.

Para adquirir os bilhetes promocionais, basta acessar o site da Gol, no endereço www.voegol.com.br, ou ligar para a Central de Relacionamento com Clientes, no número 0300 115 2121. Para passagens internacionais, a compra pode ser feita pelos mesmos canais, exceto pela central telefônica.

É possível comprar as passagens também presencialmente, em agências de viagem ou nas lojas VoeGol. No entanto, a oferta não está disponível para compras realizadas nas lojas VoeGol localizadas em aeroportos.

Continue lendo

Imposto de Renda - IRPF

Bolsonaro quer elevar isenção do Imposto de Renda para R$ 3 mil em 2022

Valor para isenção do IR deve passar a valer em 2022. Presidente havia prometido terminar o mandato isentando todos com renda de até R$ 5 mil.

Publicado

em

Paulo Guedes e Bolsonaro

Nesta quinta-feira, 14, o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) alegou querer aumentar a isenção do Imposto de Renda (IR) para trabalhadores cuja renda mensal seja de até R$ 3 mil. No entanto, o valor poderá valer a partir do próximo ano. 

A tabela do IR em 2021 não deve ser alterada, por conta da crise econômica impulsionada pela pandemia de Covid-19. 

O presidente alegou que deseja terminar o mandato com isenção de IR para todas as pessoas que recebem até R$ 5 mil. Porém, ele reconhece ser inviável. 

“Vamos tentar pelo menos em 2022 passar para 3 mil”, afirmou Bolsonaro, em uma transmissão on-line nas redes sociais. “Não conseguimos levar adiante a mudança da tabela do Imposto de Renda por causa da pandemia”, acrescentou.

Até o momento, são isentos do IR pessoas com renda mensal de até R$ 1.903,98. 

Continue lendo

Economia

Após pausa, auxílio emergencial 2021 volta a ser pago nesta sexta, 15

Caixa Econômica Federal segue com calendário de saques do auxílio emergencial até 27 de janeiro.

Publicado

em

Auxílio Emergencial

Nesta sexta-feira, 15, a Caixa Econômica Federal libera mais um lote de saques e transferências do auxílio emergencial de R$ 300 e R$ 600 (para mães chefes de família). O grupo contempla nascidos em julho beneficiários dos ciclos 5 e 6, recebendo a 8ª e 9ª parcelas, respectivamente. 

O cronograma específico foi criado pela Caixa para os beneficiários que receberam o benefício pela conta poupança social digital, mas que ainda aguardam o saque em espécie. 

Os depósitos do auxílio emergencial foram finalizados no mês de dezembro. Porém, ainda neste ano continuam as retiradas em espécie do benefício. De acordo com o banco, o calendário de saques vai até 27 de janeiro de 2021.

Na data, assim que chegar ao prazo final de saques, estará finalizado oficialmente o auxílio emergencial. Até o momento, não houve anúncio de prorrogação, ainda que vários projetos para ampliação do benefício até março deste ano estejam tramitando na Câmara.

O auxílio emergencial é um programa social criado pelo governo federal, em 2020, como uma das medidas para reduzir os impactos da pandemia de Covid-19. 

 

Continue lendo

MAIS ACESSADAS