Conecte-se conosco

Economia

Dia dos pais pode movimentar cerca de 25 bilhões de reais; confira!

Estima-se que os dias dos pais pode acabar gerando uma receita significativa para os estabelecimentos de comércio. Confira aqui!

Publicado

em

Um levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offerwise Pesquisas, está apontando que o Dias dos Pais poderá movimentar cerca de 24,09 bilhões de reais no comércio nacional.

Leia mais: Amazon está antecipando promoções para o dia dos pais deste ano

Vale ressaltar que essa data comemorativa é comemorada no segundo domingo de agosto de todo ano. Além disso, de acordo com a pesquisa realizada, cerca de 63% dos consumidores pretendem fazer compras e dar presentes para os seus pais nessa data comemorativa.

Desse modo, analisando na prática, isso acaba significando que, aproximadamente, 101,8 milhões de pessoas devem presentear seus entes queridos durante o Dia dos Pais.

No entanto, é importante destacar que, mesmo com essas estimativas positivas acerca da economia nessa data em específico, o número de pessoas que não pretendem comprar presentes acabou crescendo cerca de 6% em relação ao ano de 2021, passando de 21% para 27%.

No que tange aos gastos com os presentes, cerca de 34% dos entrevistados possuem a intenção de comprar algo com o valor próximo ao que foi gasto em 2021, e 29% desejam gastar mais e 26% desejam gastar menor.

Por conseguinte, entre aqueles sujeitos que pretendem gastar mais com os presentes, cerca de 50% pretende comprar presentes melhores e 49% acreditam que os preços dos produtos aumentaram em relação ao ano anterior e 19% pretendem comprar mais presentes.

No que diz respeito aos sujeito que pretendem gastar menos, cerca de 37% possuem o objetivo de economizar, 36% estão com o orçamento mensal comprometido devido a crise econômica, 20% relataram que existem incertezas no cenário econômico e que não sabem como estará suas condições financeiras e 18% estão endividados e precisam arcar com essa problemática.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS