Conecte-se conosco

Criptomoedas

Dicas para começar a investir em criptomoedas

Entre as centenas de tipos de criptomoedas, o Bitcoin é o mais popular. As moedas digitais são compradas e vendidas pela internet.

Publicado

em

O pontapé inicial nos investimentos em criptomoedas deve ser articulado de forma estratégica, para que seja bem aproveitado. Presentes desde 2008 no cenário brasileiro, as criptomoedas passaram por um giro de 360º no mercado financeiro. Inclusive, no contexto da pandemia de covid-19, o ativo tem se tornado recorrente nas modalidades de investimento.

Segundo informações da Wise&Trust, fintech de investimentos em ativos digitais, as frações de negociações dessa natureza aumentaram 45,6% desde o começo do ano. Os percentuais estimados saltaram de U$ 185,45 bilhões para U$ 270 bilhões. 

No entanto, ainda que com o avanço, grande parcela da população ainda possui dúvidas sobre o que são as criptomoedas, quais os riscos e qual é o seu público-alvo. Para ajudar com isso, o cofundador da Wise&Trust, Rudá Pellini, preparou algumas dicas para os investidores calouros. 

Em primeiro lugar, é fundamental compreender em que está investindo, ou seja, é necessário entender sobre o mercado. As criptomoedas são uma categoria específica de moeda digital, que utilizam criptografia para esquivar da interceptação de dados. Assim, a compra e venda só é feita na internet, e o seu tipo mais popular é o Bitcoin.

Tendo conhecimento de causa, escolha uma empresa de confiança para fazer a negociação das moedas. Segundo Pellini, é importante analisar riscos, reputação, transparência, tempo de mercado e perspectivas futuras. Além disso, é fundamental ter os pés no chão quando for fazer o investimento inicial. Assim, nada de aplicar mais do que está propenso a perder. 

Também, fique alerta com “fórmulas mágicas” para enriquecer rápido, fugindo das pirâmides financeiras. Mantenha a atenção para a segurança do seu dinheiro, deixando as criptomoedas em corretoras apenas se realizar operações de trade, compra e venda. Caso contrário, possua uma carteira para acomodá-las. Por fim, estude constantemente.

Continue lendo
Publicidade
Comentários