Conecte-se conosco

Mundo

Europa exigirá uma nova autorização para viagens a regiões específicas

Em 2023, a entrada na Europa ficará mais seletiva, isso porque entrará em vigor o Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagens. Saiba mais!

Publicado

em

A partir de 2023, a entrada na Europa ficará mais seletiva, isso porque entrará em vigor o Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagens (Etias), onde sua função será avaliar o turista, conforme seu perfil, decidir se irá permitir sua entrada nos países do Espaço Schengen.

Veja também: Homem recebe R$ 1,5 milhões de companhias aéreas com o golpe da bagagem

Esta medida está sendo discutida desde 2016, e entraria em vigor em 2021, mas foi adiada para o próximo ano. O Etias não chega a ser um visto, ele está mais para uma autorização on-line de entrada nos países, para garantir que nenhum turista leve uma ameaça ao território.

A plataforma funcionará com um preenchimento de formulário, e análise destes dados, que consistem em informações sobre a viagem, antecedentes criminais, e este tipo de coisa.

O Espaço Schengen é a união de 26 países da Europa que firmaram um acordo de livre circulação de pessoas entre eles, e é composto pelos seguintes países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia, Suíça, Mônaco, San Marino e Vaticano.

O Etias permite estadias curtas, de até 90 dias nos países indicados, e depois que o turista voltar a seu país natal, deverá esperar mais 90 dias para retornar. A autorização tem validade de 3 anos, exceto em casos que o passaporte do indivíduo expire antes deste tempo.

O prazo para resposta da autorização deve levar no máximo 15 dias, a não ser em casos excepcionais, que pode demorar entre 30 e 60 dias. Para viajar utilizando o Etias, o turista terá que desembolsar 7 euros, que equivale a cerca de R$ 37 na cotação atual. Jovens menores de 18 anos, e idosos acima de 70 anos estão isentos da taxa do Etias.

O documento de aprovação do Etias deve ser anexado ao passaporte e apresentado na fronteira externa de Schengen.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS