Conecte-se conosco

Imposto de Renda - IRPF

Governo analisa reduzir alíquota máxima do Imposto de Renda para 23% a 25%

No âmbito da reforma tributária, a nova medida está sendo estudada pelo Governo.

Publicado

em

IRPF

As mudanças trazidas pela reforma tributária estão atingindo toda economia. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, a equipe econômica do governo está avaliando reduzir a alíquota do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). Atualmente, as rendas acima de R$ 4.4664,68 são taxadas em 27,5%, a maior cobrada pela Receita Federal.

O valor da alíquota ainda não foi decidido, mas a porcentagem considerada pelo governo varia entre 23% e 25%. A quantia cobrada pela Receita é calculada com base na faixa de renda mensal. Sendo que, atualmente, estão isentos da declaração os contribuintes que recebem até R$ 1.903,98 por mês.

Por outro lado, para trabalhadores que ganham entre R$ 1.903,99 e R$ 2.826,65, a primeira faixa seria reduzida de 7,5% para 6,9%.

No entanto, o governo também está pensando na compensação dos contribuintes. Por isso, essa redução seria recompensada em um possível corte em deduções médicas. Isso significa que os gastos com saúde (consultas, cirurgias e planos) podem ser deduzidos no Imposto de Renda, o que implica na diminuição do valor a ser pago, ou no aumento da restituição a ser recebida.

Dessa forma, o Ministério da Economia afirma gastar R$ 15,1 bilhões ao ano com deduções na saúde. Vale ressaltar que o valor pago nessa área estaria focado nas classes mais altas da população.

Continue lendo
Publicidade
Comentários