Conecte-se conosco

Empresas

Havan reconsidera realização de IPO

Empresa desiste de operação na qual planejeva vender uma fatia da cadeia de lojas varejistas.

Publicado

em

A Havan não irá mais realizar sua oferta pública inicial de ações (IPO), mostraram informações divulgadas nesta terça-feira pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Grande apoiador do presidente Jair Bolsonaro, o empresário Luciano Hang anunciou em agosto a operação em que planejava vender uma participação na cadeia de lojas varejistas.

No IPO, a Havan também iria levantar recursos para financiar aberturas de centros de distribuição e de novas unidades, além de investir em tecnologia e aumentar seu capital de giro.

A imprensa brasileira noticiou nos últimos dias que Hang estava encontrando obstáculos para realizar operação, uma vez que investidores não aceitaram avaliar a empresa em cerca de 100 bilhões de reais, como ele desejava.

Só nesta mês, oito empresas brasileiras já desistiram dos planos de listagem na B3. O movimento ilustra a volatilidade do mercado de ofertas de ações no Brasil, que é afetado pelas incertezas quanto às consequências econômicas da pandemia.

 

Continue lendo
Publicidade
Comentários