Conecte-se conosco

Ações, Units e ETF's

Índices acionários da China fecham em alta com expectativa de plano de estímulo

País pretende impulsionar o consumo doméstico e promover um modelo de crescimento pela inovação para salvar a economia após a pandemia.

Publicado

em

O mercado acionário da China encerrou esta quinta-feira em alta, liderada pelos papéis de consumo, com investidores comemorando as notícias de promessa de Pequim de impulsionar o consumo doméstico e promover um modelo de crescimento pela inovação para salvar a economia após a pandemia.

No índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, foi registrado um crescimento de 0,74% na sessão, enquanto o índice de Xangai avançou 0,47%.

Já o índice de start-ups ChiNext e o STAR50 tiveram ganhos de 0,9% e 1,2%, respectivamente.

O rali foi impulsionado pelas ações de consumo, com o índice de consumo do CSI300 e o de consumo discricionário subindo respectivamente 1,3% e 1,6%.

De acordo com uma reportagem da emissora estatal CCTV, a China vai expandir o consumo de carros e o consumo em áreas rurais. A informação foi divulgada durante uma reunião do gabinete do país presidida pelo primeiro-ministro, Li Keqiang.

Confira outros índices obtidos na sessão:

  • Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,36%, a 25.634 pontos.
  • Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,71%, a 26.356 pontos.
  • Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,47%, a 3.363 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,74%, a 4.927 pontos.
  • Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,07%, a 2.547 pontos.
  • Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,37%, a 13.722 pontos.
  • Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,42%, a 2.777 pontos.
  • Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,25%, a 6.547 pontos.

Continue lendo
Publicidade
Comentários