Conecte-se conosco

Bancos

Itaú conquista bi na categoria ‘melhor private bank da América Latina’

Seleção da publicação britânica PWM/The Banker abrangeu 120 bancos em todo o globo

Publicado

em

Crédito: Neofeed

Pela segunda vez consecutiva, o Itaú se sagra como o melhor private bank da América Latina, em pesquisa internacional promovida pela publicação britânica PWM/The Banker, que abrangeu 120 bancos de todo o globo, que passaram pelo crivo de 16 jurados especializados na indústria financeira, que levaram em conta itens como resultados, estratégias, projetos e ações das instituições.

Ano desafiador – Como justificativa para a premiação como “Best Private Bank in Latin America” pelo banco brasileiro, o veículo de mídia destacou “o ano desafiador e único (2020) reforçou o compromisso do Itaú em atender os clientes e cuidar dos colaboradores, bem como de seus impactos na sociedade”.

Referência máxima – O reconhecimento internacional, porém, foi além, desta vez pelo Private Banker International, também grupo mídia britânico, que elegeu o banco brasileiro na categoria “Outstanding Global Private Bank Latin America”, selando o Itaú como referência máxima do segmento no continente.

Vinte conquistas – O momento especial da instituição brasileira sucede muitos outros prêmios conquistados em sua categoria (private bank), perfazendo mais de 20 conquistas, além de figurar como destaque entre os melhores private banks do mundo.

‘Melhor experiência’ – Entre os fatores determinantes do sucesso ‘meteórico’ do Itaú Private Bank, nos últimos anos, o destaque fica para a ‘atuação centralizada nos clientes, que devem receber a melhor experiência possível’, com base em premissas, como proximidade, alinhamento de interesses, parceira de longo prazo com famílias, assim como a busca dos ‘melhores resultados’ para a clientela.

Clientes no centro – “Colocamos os interesses dos clientes no centro de nossas decisões”, destaca nota publicada pelo Itaú Private Bank, para quem “antecipar as necessidades e oferecer serviços personalizados, exclusivos e adequados ao que cada um deles precisa são pontos essenciais de nosso método de trabalho”.

Regras estáveis – Como característica vencedora do Itaú, a gestão de recursos locais e internacionais de clientes pode ser feita pela mesma equipe de atendimento, o que confere uma visão global e complementar dos portfólios. Também pesaram na escolha da instituição brasileira, além da centralidade no cliente, o ganho de market share auferido e a adoção de uma agenda ESG.

Oferta completa – Como de costume, os clientes do Itaú Private Bank podem contar com benefícios do sistema conhecido como one-stop shop, ou seja, se refere a um ambiente que integra a oferta completa de produtos e serviços de uma mesma instituição financeira.

Três frentes – Outro ponto que pesou muito na recondução do Itaú ao topo foi o seu compromisso com a agenda ESG, a exemplo do Plano Amazônia, em conjunto com outras instituições financeiras, cujo principal objetivo é promover o desenvolvimento sustentável da região, considerando três frentes de atuação consideradas prioritárias: conservação ambiental e desenvolvimento da bioeconomia, investimento em infraestrutura sustentável e garantia dos direitos básicos da população da região amazônica.

Volume recorde – Detentora de mais de 70 produtos ESG, distribuídos no país e no exterior, o Itaú Private Bank obteve volume recorde em torno de R$ 690 bilhões de recursos sob gestão, o que corresponde a um crescimento de 15% este ano.

Liderança nacional – Ao mesmo tempo, o banco brasileiro se consolidou na liderança do segmento nacional de private bank, respondendo por 30% do mercado, de acordo com ranking elaborado pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS