Conecte-se conosco

Economia

Itaú Unibanco mira operações de varejo do Citibank no México

Maior banco privado nacional se prepara para arrematar Banamex, avaliada em US$ 9 bi pelo mercado

Publicado

em

Crédito: renovainvest

Sempre ‘de olho’ em oportunidades, o Itaú Unibanco – maior banco privado do país – manifestou interesse em assumir as operações de varejo do Citibank no México, avaliadas em US$ 9 bilhões, segundo bancos de investimento globais, como Morgan Stanley e Credit Suisse.

‘Adios, México’ – A exemplo do que havia feito em 2016, no Brasil e atualmente na Ásia, o Citi quer deixar as terras mexicanas, nesse tipo de operação.

Banamex à venda – Em contrapartida, o Itaú nunca escondeu seu interesse pela ‘pátria de Zapata’, em especial, a Banamex, nome dado à instituição financeira mantida até agora, naquele país pelo Citi.

‘Poder de fogo’ – De acordo com analistas, o maior ‘poder de fogo’ para a aquisição se concentra em instituições, como HSBC, Banorte, Santander, Banco Azteca e Inbursa. Já o espanhol BBVA, um dos interessados, embora detenha capital, devido à intenção de ficar com uma grande fatia do mercado local, não seria uma opção aceitável para os reguladores do processo de venda da Banamex.

“A hora é agora’ – Segundo relatório recente do Morgan Stanley, ‘a hora para aquisição da instituição financeira mexicana pelo Itaú seria agora”, uma vez que o Nubank já deixou claro que pretende investir no país centro-americano. Dessa forma, os concorrentes diretos do Itaú seriam a Inbursa e Azteca. O banco brasileiro já havia arrematado, por R$ 710 milhões, a operação de varejo do Citi no Brasil.

IPO é opção – Segundo analistas do Itaú BBA, a saída do Citi do Banamex poderá se dar por meio de oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS