Conecte-se conosco

Empresas

Méliuz anuncia programa de recompra de ações para fortalecer estrutura de capital

Serão adquiridas 7,5mi

Publicado

em

Cartão Méliuz

A Méliuz anunciou programa de recompra de ações para fortalecer estrutura de capital, conforme fato relevante encaminhado ao mercado.

De acordo com o documento, o objetivo é buscar promover a criação de valor para os acionistas através de uma estrutura de capital adequada combinada com o crescimento dos resultados e proventos por ação.

Também permitir a entrega de ações aos administradores e demais beneficiários elegíveis ao Plano de Remuneração Baseado em Ações aprovado em sede de Assembleia Geral Extraordinária em 05 outubro de 2020.

A quantidade máxima de ações a serem adquiridas é de até 7.442.125 ações ordinárias, representativas de até 10% das ações em circulação.

Já a quantidade de ações em circulação no mercado, é de 74.421.258. A companhia não possui nesta data ações em tesouraria.

Também não estima impactos da negociação sobre a composição acionária ou sobre sua estrutura administrativa.

Méliuz anuncia programa de recompra de ações para fortalecer estrutura de capital

Méliuz

As ações adquiridas no âmbito do Programa de Recompra de Ações serão mantidas em tesouraria, canceladas ou utilizadas para a execução do Plano de Opções ou de outros planos aprovados pela Assembleia Geral.

O prazo máximo para a aquisição de ações da Companhia no âmbito do novo Programa de Recompra de Ações será de 18 meses, com data de início em 04 de maio de 2021 e término em 03 de novembro de 2022, cabendo à Administração definir as datas em que a recompra será efetivamente executada.

O banco Itaú será o intermediário.

De acordo com as informações financeiras mais recentes, as quais são relativas ao exercício social findo em 31 de dezembro de 2020, a companhia possuía reservas de capital e lucros, exceto reserva legal, no montante de R$ 7.048.596,10 e reserva de lucro estatutária no montante de R$ 2.419.196,00.

Os membros do Conselho de Administração entendem que a situação financeira atual é compatível com a possível execução do Programa de Recompra de Ações nas condições aprovadas, não sendo vislumbrado nenhum impacto ao cumprimento das obrigações assumidas com credores nem ao pagamento de dividendos obrigatórios mínimos.

Essa conclusão resulta da avaliação do potencial montante financeiro a ser empregado no Programa de Recompra de Ações quando comparado com (i) o nível de obrigações assumidas com credores; (ii) o montante, não restrito, disponível em caixa, equivalentes de caixa e aplicações financeiras; e (iii) a expectativa de geração de caixa ao longo do exercício social de 2021.

A companhia está listada na bolsa brasileira (B3) sob o ticker CASH3.

Veja o fato relevante:

Méliuz anuncia programa de recompra de ações para fortalecer estrutura de capital

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.