Conecte-se conosco

Finanças

Mercado Pago lança seguro para Pix com indenização de R$ 10 mil

Clientes que forem coagidos a realizar transferência por Pix poderão ser indenizados pela empresa. Confira os valores e condições dos planos.

Publicado

em

O Mercado Pago lançou um seguro para prevenir transações indevidas realizadas por Pix. A novidade foi anunciada na última quinta-feira (14). Em meio ao crescente número de golpes registrados, a ferramenta será bastante útil neste momento.

Leia mais: Uber vai oferecer bônus de até R$ 1.500 para estimular corridas e atrair motoristas

De acordo com a empresa, os clientes já podem contratar o serviço. As indenizações podem cobrir prejuízos com até R$ 10 mil por mês. Elas ocorrem em perdas envolvendo envios realizados sob ameaça e coação.

Novo seguro Pix

Dessa forma, o recurso serve para situações em que a vítima é coagida a enviar o dinheiro por Pix. O Mercado Pago contou com parceria da BNP Paribas Cardif e deve atingir cerca de 11 milhões de clientes. As pessoas que possuem cartão e conta no Mercado Pago terão a chance de contratar o serviço

Serão disponibilizados dois tipos de planos. O primeiro tem valor mensal de apenas R$ 3,50 e protege perdas de até R$ 5 mil por mês. Já o segundo custa R$ 5 mensais e indeniza até R$ 10 mil em perdas. Todas as indenizações são exclusivas para transferências via Pix. Contudo, também entram no pacote casos de roubos, morte ou invalidez em decorrência do crime.

Cobertura

O serviço também cobre saques em caixas eletrônicos sob coação e roubo do cartão. É importante observar que existe prazo determinado para efetuar o aviso do crime. 

A empresa diz que o serviço surgiu de uma demanda imposta pelos próprios clientes. Principalmente durante a atual pandemia, o número de dúvidas sobre o assunto aumentou. Diversos usuários do Mercado pago relataram medo de sofrer um crime do tipo. 

O Pix foi lançado em 2020 pelo Banco Central (BC) Desde lá, 90 milhões de pessoas já efetuaram transações via Pix no Brasil. Diante do aumento do número de crimes em decorrência da possibilidade do Pix, O BC tomou algumas precauções. Agora não é permitido transferir mais de R$ 1 mil entre às 20h e 6h por exemplo.

Publicidade
Comentários

Finanças

Termina na terça (30) prazo do auxílio-dívida do Serasa

Publicado

em

Consumidores que possuem dívidas podem receber o auxílio-dívida do Serasa até está terça-feira (30). O benefício é uma ajuda de custo que a empresa oferece para os cidadãos inadimplentes quitarem suas dívidas. Para utilizar o recurso, é preciso que a pessoa tenha dívidas de, pelo menos, R$ 200.

Leia mais: Rendimento da poupança pode acompanhar inflação, sinaliza presidente do BC

Auxílio-dívida – Serasa

O auxílio-dívida do Serasa oferece um valor de R$ 50 para ajudar no pagamento das contas em aberto. Quem está endividado poderá usar o dinheiro para quitar uma dívida de R$ 200. Também poderá pagar duas de R$ 100 ou quatro de R$ 50, isso varia entre cada um dos casos.

Para conquistar o dinheiro, é preciso que usuário entre e se cadastre no site do Serasa. Depois, basta acessar a aba “Auxílio-Dívida” dentro da página na web. Depois de cumprir todas as etapas necessários, o valor é creditado na carteira virtual o cliente. A quantia estará disponível até o dia 17 de dezembro de 2021.

As negociações com as empresas de cobrança podem ser feitas pelo aplicativo do Serasa. Além disso, os consumidores conseguem negociar as dívidas pelo telefone 0800-591-1222. Outro canal de negociação é o WhatsApp 11 99575-2096 ou atrás de agências dos Correios.

Como consultar se o nome está no Serasa:

Basta acessas o site ou baixar o aplicativo do Serasa no smartphone. Clique em “consultar dívidas”. Depois, é só fazer seu cadastro utilizando CPF, nome, nascimento e e-mail.

Assim que estiver tudo pronto, o usuário acessará uma página que mostra o Score. Se trata de uma espécie de pontuação que mede a confiabilidade do consumidor em pagar as dívidas.

Também é possível consultar se alguma dívida está ativa e se existe proposta para renegociação do saldo. A operação é gratuita.

Como limpar o nome no Serasa

Para limpar seu nome junto ao Serasa, acesse o site do Serasa Limpa Nome. Este é o jeito mais fácil de se livrar das dívidas. Isso se o auxílio-dívida não foi o suficiente para seu caso.

Siga as instruções:

1 – Acesse o site: https://www.serasa.com.br/limpa-nome-online/

Utilize a mesma senha criada anteriormente.

2 – Confira quais são suas dívidas ativas;

3 – Selecione a melhor opção para quitar os débitos;

4 – Siga o passo a passo da negociação

5 – Clique em gerar boleto

Pronto. Agora, basta fazer o pagamento do boleto. Depois de quitado, a empresa tem alguns dias para identificar e solicitar a retirada do seu nome junto ao Serasa.

Continue lendo

Finanças

Caixa oferece crédito de até R$ 1 mil pelo aplicativo

Novas linhas de crédito da Caixa já estão disponíveis para milhões de brasileiros por meio do app Caixa Tem.

Publicado

em

Se você precisa de um empréstimo rápido e direto pelo celular, precisa conhecer essa novidade da Caixa Econômica Federal. O banco lançou duas linhas de crédito que liberam de R$ 300 até R$ 1 mil pelo aplicativo Caixa Tem, sem necessidade de comparecer a uma agência.

Leia mais: Concurso Ibama 2021: Divulgado edital com 568 vagas; Até R$ 8,5 mil

Os produtos foram criados como uma alternativa para ajudar milhões de brasileiros que deixaram de receber o auxílio emergencial em outubro. Cerca de 100 milhões de usuários da ferramenta já podem solicitar o dinheiro.

Condições do empréstimo

O cliente pode optar entre as duas modalidades disponíveis: o Crédito Caixa Tem Pessoal e o Crédito Caixa Tem para Seu Negócio. Com o próprio nome indica, a primeira é voltada para uso pessoal, como pagamento de contas, por exemplo.

Já a segunda linha serve para quem precisa de uma ajuda no seu negócio. O dinheiro deve ser usado para pagar fornecedores, comprar matéria-prima, adquirir equipamentos ou outro fim semelhante.

Em ambos os casos, a taxa de juros é de 3,99% ao mês, com até 24 meses para pagar. As parcelas são quitadas via débito automático, com desconto na poupança digital Caixa Tem do contratante.

Vale destacar que os empréstimos não estão disponíveis para beneficiários do Bolsa Família, nem tampouco para consumidores que estão com o nome negativado.

Calendário de liberação

A Caixa está liberando os empréstimos de forma gradativa, de acordo com os calendários abaixo:

Cliente Caixa Tem

  • Nascidos em janeiro e fevereiro: a partir de 27 de setembro;
  • Nascidos em março e abril: a partir de 18 de outubro;
  • Nascidos em maio e junho: a partir de 8 de novembro;
  • Nascidos em julho e agosto: a partir de 29 de novembro;
  • Nascidos em setembro e outubro: a partir de 13 de dezembro;
  • Nascidos em novembro e dezembro: a partir de 27 de dezembro.

Não é cliente Caixa Tem

  • Nascidos em janeiro, fevereiro, março, abril, maio e junho: a partir de 8 de novembro;
  • Nascidos em julho e agosto: a partir de 29 de novembro;
  • Nascidos em setembro e outubro: a partir de 13 de dezembro;
  • Nascidos em novembro e dezembro: a partir de 27 de dezembro.

Continue lendo

Finanças

Saiba como utilizar o novo limite de R$ 2 mil liberado pelo Nubank

Banco digital cria limite diário para ampliar a segurança de seus clientes que utilizam certa funcionalidade de pagamentos.

Publicado

em

Cartão de Crédito Nubank PJ

Focado na segurança de seus clientes, o Nubank criou um novo limite de R$ 2 mil para que utiliza o Apple Pay. O sistema de pagamentos por aproximação e carteira digital é compatível com os aparelhos Apple Watch e iPhone. A medida também vale para transações via Google Pay.

Leia mais: 5 opções melhores que a poupança para colocar seu dinheiro para render

A medida serve para proteger os usuários de possíveis fraudes ou golpes. Para compras acima do limite, será preciso usar o cartão de crédito físico. “Caso você atinja esse limite, a sua transação será negada. Mas não se preocupe, é só você refazer a compra utilizando o seu cartão físico”, explicou o Nubank.

Em seu blog, o banco digital usou uma justificativa parecida para explicar a criação do limite para pagamentos por aproximação usando celulares com Android.

“Segurança é uma prioridade no Nubank. Por isso, implementamos um limite diário no valor de R$ 2 mil para transações por meio de carteiras digitais, tanto no débito quanto no crédito, adicionando uma camada extra de proteção aos nossos clientes”, escreveu a fintech.

O que diz o Nubank

Ainda não se sabe se o usuário poderá ajudar essa margem de acordo com sua necessidade. Ao portal Tecnoblog, o Nubank afirmou apenas que, além do limite, também tem criado conteúdos para evitar esquemas criminosos.

“Além disso, disponibilizamos conteúdos educativos em nosso blog e realizamos campanhas educacionais para prevenir golpes e instruir nossos clientes”, garantiu o banco.

Veja mais: Rendimento da poupança pode acompanhar inflação, sinaliza presidente do BC

Continue lendo

MAIS ACESSADAS