Conecte-se conosco

Bancos

Nubank recua 20% na bolsa e passa a valer menos do que Itaú e Bradesco

O banco digital está listado em Wall Street sob o ticker NU

Publicado

em

Nubank

O Nubank recuou 20% na bolsa e passou a valer menos do que Itaú e Bradesco. O banco digital está listado em Wall Street sob o ticker NU e o investidor brasileiro pode acessar os ativos da companhia pelo BDR (Brazilian Depositary Receipts) NUBR33.

O recuo apontado significa que a ação da empresa está sendo negociada abaixo do preço definido na oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), realizada em dezembro.

Vale lembrar que a instituição vendeu papéis a US$ 9 na oferta e, ontem à tarde, a cotação era de US$ 7,20 na Bolsa de Nova York.

Antes disso, na máxima, os ativos chegaram a ser negociados a US$ 11,85, o que colocou o banco digital à frente de Itaú e Bradesco.

Porém, no acumulado desde sua estreia, em dezembro, já caiu 40%.

Entretanto, o cenário de elevação de juros nos Estados Unidos (EUA) por parte do Federal Reserve (Fed) está prejudicando basicamente todas as empresas de tecnologia. Assim, o Nubank não foge à regra.

Isso configura que a queda do banco digital não está atrelada à gestão da empresa, muito embora o Nubank tenha dificuldade em reportar lucro. Ainda assim, é uma operação extremamente cobiçada, com investidores profissionais querendo entrar no negócio.

Em relação aos bancões tradicionais, o Bradesco vale, hoje, US$ 35,6 bilhões, e o Itaú US$ 40,5 bilhões. Já o Nubank tinha valor de mercado de US$ 32,9 bilhões, cerca de US$ 9 bilhões a menos do que o valor com que estreou na Bolsa.

O Nubank, por sua vez, esá avaliado hoje em US$ 32,9 bilhões e, em relação ao lucro, o Itaú BBA diz acreditar que o banco digital reporte lucro de R$ 203 milhões no período, mas deve fechar 2021 com prejuízo de R$ 326 milhões.

Em relatório, a corretora elenca, ainda, que as receitas totais da fintech devem crescer 28% em relação ao terceiro trimestre, para R$ 2,6 bilhões, graças à expansão da base de cartões e da carteira de crédito como um todo. O número de clientes deve chegar a 53,4 milhões.

cropped-protecao-app-nubank.jpg

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS