Conecte-se conosco

Empresas

Petrobras (PETR4): investidor reclama e gera nova investigação por parte da CVM

Pela lei societária, empresas listadas em bolsa como a Petrobras devem comunicar informações importantes por meio de um fato relevante

Publicado

em

A Petrobras (PETR4) está no centro das atenções e as notícias se afunilam acerca da estatal. Após a reclamação de um investidor, a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) abriu investigação contra a petroleira. Trata-se do segundo processo de checagem em uma semana.

A queixa do investidor chega na esteira do conflito envolvendo a troca de comando da companhia, conforme anunciado pelo presidente Bolsonaro que indicou o general Joaquim Silva e Luna para o lugar do atual CEO Roberto Castello Branco.

Conforme registro no website do regulador do mercado de capitais, o processo foi aberto pela superintendência de relações com empresas, após a reclamação de um investidor.

Na segunda-feira, a CVM já havia tornado público que abriu investigação envolvendo a estatal após notícias sobre a troca no comando provocarem queda nas ações da estatal de cerca de 20% na Bovespa.

Pessoas em frente à sede da Petrobras, no Rio de Janeiro

Petrobras: Lei Societária

Pela lei societária, empresas listadas em bolsa como a Petrobras devem comunicar informações importantes por meio de um fato relevante, o que não aconteceu. Além disso, mudanças dos principais executivos das empresas devem ser aprovadas pelo conselho de administração, o que também ainda não houve.

Ações

A companhia conseguiu voltar à superfície e liderou a recuperação do Ibovespa ao longo desta terça-feira (23), um dia após perder mais de R$ 70 bilhões em valor de mercado e arrastar a bolsa para baixo, conforme ontem, quando o balcão recuou quase 5% no fechamento.

Segundo a Reuters, às 11h49 o Ibovespa subia 0,48%, a 113.209,8 pontos. Na máxima, mais cedo, chegou a 114.406,69 pontos, mas perdeu o fôlego após a abertura de Wall Street. O volume financeiro somava 12,45 bilhões de reais.

O Ibovespa caiu 4,87% na segunda-feira, a 112.667,70 pontos, maior queda percentual diária desde abril do ano passado, com investidores enxergando aumento relevante do risco de interferência do governo em estatais.

Veja PETR4 na Bolsa:

Você pode gostar
Continue lendo
Publicidade
Comentários