Conecte-se conosco

Empresas

Petrobras: Potenciais compradores de Catuá receberão carta-convite

Trata-se do início da fase vinculante referente à venda integral

Publicado

em

Crédito: portosenavios

A Petrobras informou na noite desta segunda-feira (29) que os potenciais compradores do Campo de Catuá receberão carta-convite, conforme documento encaminhado ao mercado.

De acordo com a petroleira, trata-se do início da fase vinculante referente à venda integral de sua participação no Campo de Catuá, pertencente ao Bloco Exploratório BC-60, localizado na Bacia de Campos, no Estado do Espírito Santo.

Também disse que os potenciais compradores habilitados para essa fase receberão carta-convite com instruções sobre o processo de desinvestimento, incluindo orientações para a realização de due diligence e para o envio das propostas vinculantes.

E acrescentou que a presente divulgação está de acordo com as normas internas da Petrobras e com as disposições do procedimento especial de cessão de direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos, previsto no Decreto 9.355/2018.

Petrobras

Ainda de acordo com o documento, essa operação está alinhada à estratégia de gestão de portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando à maximização de valor e maior retorno à sociedade.

A Petrobras segue concentrando cada vez mais os seus recursos em ativos em águas profundas e ultra-profundas, onde tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos, produzindo óleo de melhor qualidade e com menores emissões de gases de efeito estufa.

Campo de Catuá

O Contrato de Concessão nº 48000.003560/97-49 refere-se à concessão exploratória do Bloco BC-60 adquirido na Rodada Zero da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Esse contrato tem a Petrobras como operadora, com 100% de participação, e engloba outros campos além do Campo de Catuá, que não farão parte do presente processo de cessão de direitos.

A área da concessão está situada em águas territoriais do Estado do Espírito Santo, a cerca de 128 km da costa, em lâmina d’água que varia entre 1.700 e 1.950 m.

Existem 4 poços perfurados no Campo de Catuá, dos quais 3 constataram óleo leve em reservatórios carbonáticos.

A Petrobras está na bolsa brasileira (B3) sob o ticker PETR4.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS