Conecte-se conosco

Ações, Units e ETF's

Petrobras vai virar ‘máquina de dividendos’ em 2021; Papel pode disparar 47%, analisa BTG

Além de “máquina de geração de caixa livre para o acionista” em 2021, petrolífera pode disparar 47,5%.

Publicado

em

Segundo avaliação do BTG Pactual (BPAC11), em relatório enviado aos clientes nesta quinta-feira, 17, alguns pontos irão transformar a Petrobras (PETR3; PETR4) na “máquina de geração de caixa livre para o acionista” em 2021. Inclusive, o banco aumentou, de R$ 28 para R$ 32, o preço-alvo de PETR4 da petrolífera, com capacidade de valorização de 47,5% sobre a cotação utilizada pelo banco.

O primeiro fator a ser considerado é a retirada de US$ 64 bilhões nos investimentos previstos entre 2021 e 2025. Além da crise causada pela pandemia de Covid-19, o corte é uma reação ao dólar mais caro, assim como pela procura da companhia por uma estrutura de custos mais restritos, diz o banco. 

O BTG Pactual lembra que a petrolífera dará preferência aos projetos com breakeven, em que receitas e custos se nivelam, com valores inferiores a US$ 35 por barril. Os responsáveis pelo relatório, Daniel Guardiola, Pedro Soares, Ricardo Cavalieri e Thiago Duarte, dizem que a articulação foi muito bem-vinda “pois traz um sentido ainda mais realista para o plano de investimentos”. 

Além disso, eles complementam que aproveitaram a divulgação dos cortes para reanalisar os investimentos, agregando um novo preço para o petróleo tipo Brent, o dólar alto e a nova curva de investimentos. 

“Mesmo sob o que se poderia chamar de ambiente difícil, agora vemos a Petrobras gerando um FCFE yield de 22% (!) em 2021”, destacaram os analistas. Em síntese, o mercado entende o FCFE yield como um indicador do potencial de dividendos que a companhia pode distribuir. Desse modo, na prática, ele significa um retorno potencial de 22% sobre o preço das ações preferenciais da petrolífera (PETR4), o que justifica o ânimo do banco. Além disso, a instituição financeira destaca o benefício do papel estar barato.

Continue lendo
Publicidade
Comentários