Conecte-se conosco

Commodities

Preços do petróleo caem com dólar forte e ressurgimento da Covid-19 em Europa e EUA

Brent caía 0,50 dólar, a 42,96 dólares o barril, e o petróleo dos Estados Unidos perdia 0,42 dólar, a 40,55 dólares o barril.

Publicado

em

Os preços do petróleo recuavam nesta sexta-feira, contaminados por temores de que um aumento das infecções por Covid-19 na Europa e nos Estados Unidos voltará a derrubar a demanda em duas das maiores regiões consumidoras do globo, ao passo que o dólar mais forte também pressionava as cotações.

Às 9:26 (horário de Brasília), o petróleo Brent caía 0,50 dólar (-1,2%), a 42,96 dólares o barril, enquanto o petróleo dos Estados Unidos perdia 0,42 dólar (-1%), a 40,55 dólares o barril.

Na véspera, também houve queda nos preços de ambos, mas os valores continuam estáveis frente à semana anterior.

“A realidade é que agora estamos vendo uma disseminação bastante ativa da pandemia em toda a Europa e está se espalhando novamente na América do Norte, e isso potencialmente pesará na recuperação da demanda de petróleo”, afirmou o head de pesquisa de commodities Lachlan Shaw, do Banco Nacional da Austrália.

Nesta sexta-feira, o Reino Unido voltou a impor restrições mais severas em Londres para combater o aumento de novos casos de coronavírus, em meio a movimentos de toques de recolher e lockdowns em outros países da região.

A Opep+, grupo formado pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e produtores de petróleo aliados, finalizou uma reunião na quinta-feira sinalizando preocupações sobre uma perspectiva de queda na demanda.

Em janeiro, o grupo anunciou que vai reduzir seus atuais cortes de oferta de 7,7 milhões de barris por dia (bpd) em 2 milhões de bpd.

Continue lendo
Publicidade
Comentários