Conecte-se conosco

Bancos

Quanto rende o FGTS?

Muitas pessoas sabem da existência do FGTS, porem, muitos não sabem quanto o FGTS rende no banco. Confira aqui!

Publicado

em

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço foi criado com a finalidade de dar estabilidade financeira aos trabalhadores formais, aqueles que possuem contrato CLT, possuindo uma rentabilidade fixa.

Veja também: A maioria dos trabalhadores brasileiros não sabem como utilizar o FGTS

Dessa forma, os recursos são depositados de forma mensal pelos empregadores numa conta da Caixa Econômica Federal, em uma espécie de “Poupança forçada”, com um rendimento fixo de 3% ao ano somando com as variação da TR, a Taxa Referencial, que passa boa parte do tempo zerada.

Nesse sentido, quando as taxas de juros estão baixas no Brasil, como ocorreu em 2021, a rentabilidade do FGTS conseguiu superar as aplicações conhecidas, como o Tesouro Selic.

No entanto, com o aumento das taxas de juros, o FGTS acaba perdendo a “força”, e perde em questões de rendimento até para a conta poupança que está bem fraca ultimamente, rendendo em média 6,17% ao ano mais a TR. Desse modo, nos últimos 20 anos, de janeiro de 2002 a maio de 2022, os recursos que foram mantidos no fundo de garantia conseguiram um rendimento de 136%.

Todavia, aqueles que tinham depósitos nesse tipo de conta desde aquela época, obtiveram a possibilidade de mudar uma parte da rentabilidade dessa poupança forçada.

Portanto, nesses 20 anos que passaram, quem possuía dinheiro guardado no FGTS, agora, com esse rendimento de 136%, teve a chance de investir na Eletrobras utilizando seu FGTS, visto que o prazo para tal procedimento terminou no dia 8 de junho de 2022.

Todavia, levando em considerações períodos com baixo índice inflacionário, o FGTS rende significativamente. Sem sombra de dúvidas, o FGTS é uma das chances de ascensão que o trabalhador pode ter.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS