Conecte-se conosco

Empresas

Tegma rejeita proposta de combinação de negócios da JSL que buscará novos players

Companhia pertence à Simpar

Publicado

em

Tegma (TGMA3) anuncia pagamento de R$12,5 mi em dividendos complementares

A Tegma rejeitou a proposta de combinação de negócios da JSL que buscará novos players visando atender seu plano de expansão, conforme fato relevante encaminhado ao mercado por parte do braço logístico da Simpar.

De acordo com o documento, em virtude do caráter definitivo da proposta, a JSL reforça que seguirá executando seu planejamento estratégico independente da operação, seja de maneira orgânica ou através de aquisições, atuando como líder e consolidadora do setor de logística rodoviária no Brasil.

Também disse que durante o período de 15 dias em que sua proposta esteve válida, a JSL não foi convidada a se reunir com a Tegma e seus assessores para apresentar, em detalhes, o racional, os méritos da operação e potenciais sinergias, que beneficiariam de maneira equânime seus respectivos acionistas, clientes, colaboradores, motoristas de caminhão (próprios, terceiros e agregados) e o setor logístico brasileiro.

“Além disso, não houve oportunidade para demonstrar o preço justo das ações da JSL que seriam dadas como parte relevante do pagamento, as quais acreditamos não refletirem em seu preço atual os fundamentos existentes para criação de valor sustentável no longo prazo, assim como o valor das cinco aquisições já executadas desde seu IPO, que adicionaram R$ 1,6 bilhão à Receita Bruta1 e R$ 267 milhões ao EBITDA¹ da companhia, correspondendo aos crescimentos de 50% e 66%, respectivamente”, destacou.

JSL reporta lucro líquido de R$47,7 mi no 1º tri de 2021, alta de 408%

JSL

Ainda de acordo com o documento, embora o benefício mútuo adicional vislumbrado pela Companhia não tenha se concretizado, ressaltamos que o setor de logística no Brasil oferece inúmeras oportunidades, dada a sua grande fragmentação e potencial de consolidação.

“A JSL continuará executando sua agenda de aquisições, parte delas já em processo de negociação, respeitando a disciplina no emprego de seu capital, com foco na melhoria dos retornos, prezando pela diligência em relação à geração de valor a todos os seus acionistas.

A JSL está listada na bolsa brasileira (B3) sob o ticker JSLG3.

Veja o documento:

Tegma rejeita proposta de combinação de negócios da JSL que buscará novos players

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Empresas

M. Dias Branco adquire a Latinex Importação e Exportação de Alimentos

Transação superior a R$180 mi

Publicado

em

M. Dias Branco adquire a Latinex Importação e Exportação de Alimentos

A M. Dias Branco adquiriu a Latinex Importação e Exportação de Alimentos, conforme fato relevante encaminhado ao mercado.

De acordo com o documento, a companhia deve pagar R$ 180 milhões, podendo atingir o valor total de até R$ 272 milhões, se forem cumpridas determinadas metas de desempenho previstas no contrato de aquisição.

Também disse que apesar de a operação não consistir em investimento relevante, ainda assim deverá ser submetida à ratificação da assembleia geral de acionistas, e ensejará direito de recesso.

Nesse sentido, contratou consultoria especializada para elaborar os laudos de avaliação e comunicará oportunamente os seus acionistas sobre os resultados dos trabalhos.

M. Dias Branco adquire a Latinex Importação e Exportação de Alimentos

M. Dias Branco

Ainda de acordo com o documento, com as marcas FIT FOOD, Frontera, Smart e Taste&Co, a Latinex reforça a presença da companhia em healthy food (saudabilidade) e snacks, além de marcar a entrada nos segmentos de temperos, molhos e condimentos, o que reflete a estratégia comercial da M. Dias Branco de crescimento com lucratividade, incluindo no seu portfólio produtos com alto potencial de crescimento e valor agregado.

Conforme a empresa, a conclusão da operação está condicionada ao cumprimento de obrigações e condições precedentes usuais a esse tipo de transação, ressaltado que, dadas as suas características, a consumação da operação não se sujeita à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

A M. Dias Branco está listada na bolsa brasileira (B3) sob o ticker MDIA3.

Veja o documento:

M. Dias Branco adquire a Latinex Importação e Exportação de Alimentos

Continue lendo

Empresas

Locaweb informa sobre protocolo de justificação para incorporação da Miner

Empresas de tecnologia

Publicado

em

Locaweb

A Locaweb informou na noite desta terça-feira (28), por meio de fato relevante, acerca do protocolo para justificação para incorporação oficial da Social Miner Internet.

De acordo com o documento, o movimento tem a finalidade de determinar os termos e condições de possível incorporação, sendo que o protocolo, a incorporação e demais questões pertinentes serão oportunamente submetidos à deliberação dos acionistas da companhia em Assembleia Geral Extraordinária ainda a ser convocada.

Também disse que a Locaweb tem por objeto, de forma resumida, a prestação de serviços de tecnologia da informação, bem como assessoria e consultaria em informática, e suporte técnico em informática, além de armazenamento ou hospedagem de dados, textos, imagens, vídeos, páginas ou “sites” e “caixas postais/correio” eletrônicos.

Locaweb informa sobre protocolo de justificação para incorporação da Miner

Locaweb

A companhia desenvolve, ainda, aplicativos e sistemas de informação, entre outros, bem como desenvolvimento e licenciamento de programas de computação, e consultoria em publicidade e propaganda, além de criação e produção de campanhas de publicidade.

Também administra bens próprios, participa em outras sociedades, empresárias ou não, promove atividades de corretagem, intermediação, mediação de negócios ou serviços em geral, e, ainda, prática de quaisquer atividades correlatas ou acessórias necessárias ou úteis à consecução das atividades sociais ou econômicas acima previstas e por todos os seus estabelecimentos comerciais.

Social Miner

Já a Social Miner tem por objeto, de forma resumida, desenvolvimento e licenciamento de programas de computador, customizáveis ou não, e holding de instituições não financeiras.

Em relação à operação de incorporação, as administrações da companhia e da incorporada desejam propor, para aprovação de seus respectivos acionistas e único quotista, respectivamente, uma reorganização societária que consistirá na incorporação da Social Miner pela Locaweb e consequente extinção da Social Miner, com sucessão de todos os seus bens, direitos e obrigações pela Locaweb.

Em razão da Incorporação, todos os bens, direitos, obrigações, ativos e passivos da incorporada serão vertidos para a Incorporadora em decorrência da incorporação, bem como residuais operações da Incorporada transferidas, especificamente, para a filial da Locaweb.

A Locaweb está listada na bolsa brasileira (B3) sob o ticker LWSA3.

Veja o documento:

Locaweb informa sobre protocolo de justificação para incorporação da Miner

Continue lendo

Empresas

Vale: Juiz autoriza Samarco a fazer repasses para a Fundação Renova

Caso Brumadinho

Publicado

em

Crédito: O Globo

O juiz da recuperação judicial (RJ) da mineradora Samarco autorizou a companhia a fazer os repasses para a Fundação Renova. A informação é do Broadcast do Estadão.

A iniciativa do juiz contrariou pedido dos credores que queriam a suspensão das transferências.

Pela decisão, a obrigação da Samarco com a Renova não faz parte das dívidas previstas no processo de recuperação judicial.

Antes, a obrigação vinha sendo cumprida pelos acionistas da Vale e BHP. Agora, deve ser assumida pela Samarco, segundo o juiz.

Porém, o magistrado ressalta que o reconhecimento de que as obrigações com a Renova são da Samarco, e não dos acionistas, é “provisória” e que deverá ser melhor discutida mais à frente.

Vale

Na última semana a administração judicial da Samarco enviou à 2ª Vara Empresarial da Comarca de Belo Horizonte pedido de prorrogação, por mais 180 dias, do prazo de deliberação do processo de recuperação judicial da mineradora.

Vale lembrar que a empresa entrou em recuperação judicial em abril, listando dívidas da ordem de R$ 50 bilhões.

Segundo o Valor Econômico, a administração judicial da Samarco também apoiou o pedido da mineradora para postergar as datas da assembleia geral de credores, previstas para 20 e 27 de outubro. Mas solicitou que a assembleia seja convocada apenas para deliberar sobre a constituição de seu comitê, que é um pedido dos credores.

Brumadinho

As despesas com a tragédia do rompimento da barragem de Brumadinho devem consumir até US$ 3,2 bilhões (R$ 16,9 bilhões, no câmbio atual) do caixa da Vale (VALE3) neste ano.

As projeções são da própria mineradora, que divulgou nesta manhã a estimativa (guidance) para o desembolso de caixa em 2021.

A Vale está listada na bolsa brasileira (B3) sob o ticker VALE3.

Continue lendo

MAIS ACESSADAS