Conecte-se conosco

Investimentos

Uma das fintechs mais valiosas da América Latina, Nubank planeja abrir capital na bolsa

Cofundadora do Nubank, Cristina Junqueira, disse que essa é a tendência natural, uma vez que vender a empresa não é uma opção.

Publicado

em

Nubank

Com menos de 10 anos de história, o Nubank se tornou uma das startups financeiras mais valiosas da América Latina. Tendo em vista o rápido crescimento da fintech, muitos se perguntam quais serão os próximos passos da empresa.

Em entrevista ao SBT no último domingo, 07, a cofundadora do Nubank, Cristina Junqueira, disse que a tendência natural é a abertura de capital na bolsa de valores, uma vez que vender a empresa não é uma opção. “A empresa, à medida que cresce, só tem dois caminhos: ou abre o capital e começa a ofertar as ações na bolsa, ou é vendida”, afirmou.

Junqueira acrescentou que, “mais cedo ou mais tarde, o IPO [oferta pública inicial de ações, na sigla em inglês] vai acontecer”. Embora observe a ansiedade do mercado para que isso ocorra, a cofundadora destaca que a fintech não tem pressa em abrir capital.

Atualmente, o Nubank conta com mais de 34 milhões de clientes, operando no Brasil, México e Colômbia, e está avaliado em US$ 25 bilhões.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.