Conecte-se conosco

Economia

400 funcionários são demitidos da Americanas nos últimos dois meses

A Americanas conta com uma grande quantidade de lojas espalhadas pelo Brasil, e também controla a fintech Ame. Confira!

Publicado

em

Segundo uma empresa de recolocação de profissionais de tecnologia, a layoffsbrasil.com, a empresa Americanas teria realizado a demissão de 400 funcionários em todo o país nos últimos dois meses. Em nota, a empresa justificou com a readequação do quadro de funcionários.

Veja também: Motivo de demissão não deverá mais ser registrado na CTPS

A nota dizia o seguinte: “como uma das maiores empregadoras do país e com mais de 43 mil colaboradores em todas as regiões, ajustes de quadro e adequação de perfis profissionais garantem eficiência e a estratégia de longo prazo em seus negócios”.

A Americanas conta com uma grande quantidade de lojas espalhadas pelo Brasil, e também controla a fintech Ame, que constitui um site de cashback e comércio eletrônico.

A Americanas não é a única a anunciar demissões. Muitas empresas baseadas em tecnologias têm refeito os planos de crescimento, anunciando demissões nesta área. O motivo parece ser a inflação elevada e a taxação de juros mais alta que se encontra o país.

Um exemplo foi a fintech Ebanx, que anunciou demissão de 340 funcionários, diminuindo sua equipe em 20%. Como justificativa, a empresa citou o ambiente macroeconômico.

Segundo as informações da Americanas que foram divulgadas em maio, dó no primeiro trimestre de 2022, a empresa teve um prejuízo de R$ 238,2 milhões, embora as vendas estavam apresentando um aumento significativo.

O lucro foi prejudicado devido ao aumento dos juros, causando uma piora no resultado financeiro, não só da empresa em questão, mas muitas outras disponíveis no mercado.

Todas estas demissões não ajudam no cenário de desemprego que o Brasil enfrenta hoje, que chega a 10,5%, segundo dados do mês de abril.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS