Conecte-se conosco

Ações, Units e ETF's

Alta de commodities garante maior rentabilidade de ações globais

Rendimento de papéis sujeitos à variação externa de matérias-primas superou o de BDRs e Bitcoins

Publicado

em

Crédito: acionista

A despeito das perdas generalizadas da bolsa brasileira – que recuou 11,9% em 2021 –  um grupo restrito de 20 ações negociadas na B3 (B3SA3) conseguiram superar a rentabilidade de BDRs e de Bitcoins, no ano passado. Como traço comum, essas companhias estavam relacionadas à evolução das commodities, no momento em ciclo de alta internacional.

Crescimento estratosférico – Exemplo disso pode ser dado pelas ações da empresa agrícola Fertilizantes Heringer, que experimentaram o ‘estratosférico’ crescimento de 520,6% no ano passado (o maior da bolsa), conforme apontou pesquisa da provedora de informações financeiras Economatica, que elaborou um ranking que considera somente ações que apresentem volume médio superior a R$ 1 milhão; 90% de presença nos pregões e rentabilidade voltada ao reinvestimento, por meio de dividendos.

Movimentação ajudou – “Empresas em recuperação judicial, como é o caso da Fertilizantes Heringer, costumam experimentar movimentos bastante bruscos nos preços das ações”, ressalta o analista da Guide Investimentos, Rodrigo Crespi, ao acrescentar que, “além do ambiente macro favorável ao setor (commodities), a venda do controle da empresa brasileira à multinacional Eurochem, no final do ano passado, também contribuiu para os ganhos na B3”.

“O que vimos em 2021 foi que empresas globais, não ligadas ao Brasil, se deram muito bem”, define o analista de investimentos da Suno Research, João Daronco, ao observar que “a valorização do dólar e a forte demanda global beneficiou muito os exportadores de commodities”.

BDR varia 72,88% No caso da Heringer, a valorização das ações da companhia refletiu o momento de forte expansão do agronegócio nos últimos 12 meses, período em que os BDRs (Brazilian Depositary Receipts) registraram variação de 72,88%, enquanto o Bitcoin não passou de 33,6%. BDRs são certificados de depósito de valores mobiliários emitidos no Brasil que representam valores mobiliários de emissão de companhias abertas com sede no exterior (Wikipedia).

Acordo selado – A vice-liderança do ranking pertence à Terra Santa Propriedades Agrícolas – especializada no arrendamento de fazendas destinadas à produção agrícola em geral – cujas ações valorizaram 212,4% no ano passado. A exemplo do exemplo anterior, os papéis da empresa nacional passaram a ser muito demandados, depois que esta fechou acordo com a SLC Agrícola, que redundou na criação de uma gigante da produção de grãos e oleaginosas no país.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS