Conecte-se conosco

Fundos Imobiliários - FII's

B3 lança novo índice de fundos imobiliários com ativos de maior liquidez

Novo índice acompanhará o desempenho das cotações dos 51 fundos imobiliários mais líquidos negociados em Bolsa.

Publicado

em

Fundos Imobiliários - FIIs

Na segunda-feira, 22, a B3 lançou o segundo índice de fundos imobiliários (FIIs) do mercado. O Ifix L tem como objetivo medir o desempenho dos 51 FIIs mais líquidos negociados na Bolsa Brasileira. 

O Ifix L é um subíndice do Ifix, principal referência do mercado. Dessa forma, para entrar no novo índice, o fundo imobiliário deve pertencer ao Ifix, cuja carteira teórica tem 87 nomes. Não entram no Ifix L ativos categorizados como penny stock, que são aqueles com valor inferior a R$ 1 no período de um ano. 

Os fundos do novo índice vão ter suas cotas ponderadas na carteira por seu valor de mercado total, ou seja, número de cotas emitidas multiplicado por sua última cotação em mercado.

Para compor a carteira do Ifix L, o fundo precisa estar classificado entre os ativos elegíveis que, no prazo de vigência das três carteiras anteriores, em ordem decrescente de Índice de

Negociabilidade (IN), representem, em conjunto, 85% do somatório total desses indicadores.

Caso o ativo tenha seu IPO durante o período de vigência das três carteiras anteriores ao rebalanceamento, ele será elegível ao índice, desde que a oferta tenha sido feita antes do rebalanceamento anterior. Além disso, o fundo deve possuir 95% de presença nas negociações desde o início na Bolsa e atender aos critérios listados anteriormente.  

Segundo a B3, a participação de um fundo no índice não poderá ser superior a 20%. Caso isso aconteça, serão efetuados ajustes para adequar o peso do fundo a esse limite, redistribuindo-se o excedente proporcionalmente aos demais ativos da carteira. 

Mário Palhares, diretor de Produtos Listados da B3, afirmou em nota à imprensa: “Nos últimos dois anos, o mercado de FIIs cresceu, aproximadamente, 123%, tornando-se o principal produto procurado pelas pessoas físicas depois das ações. Com isso, a B3, em parceria com o mercado, passou a olhar muito mais de perto para esse produto e como poderíamos desenvolvê-lo ainda mais. A criação do Ifix L é o primeiro passo de uma estratégia voltada para os fundos imobiliários que a B3 tem para 2021”. 

Atualmente, a B3 tem mais de 300 FIIs listados, um aumento de 64% em relação a dezembro de 2018.

Você pode gostar
Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.