Conecte-se conosco

Fundos Imobiliários - FII's

Banco digital e asset se unem para criar o mercado de fundos imobiliários 3.0

Os clientes terão acesso garantido

Publicado

em

Banco Inter

Inter Invest e Grupo Suno anunciam parceria estratégica para o desenvolvimento de ações e produtos com o objetivo de trazer mais eficiência e transparência para o mercado de fundos imobiliários.

Como parte desse acordo, a Inter Invest se compromete a distribuir de forma não exclusiva os fundos imobiliários geridos pela Suno Asset pelos próximos 12 meses. Esse movimento é uma resposta à restrição dos maiores players do setor à distribuição de fundos imobiliários em que não coordenaram a oferta pública ou cujas taxas sejam menores às desejadas.

Na prática, os clientes da Inter terão acesso garantido aos produtos originados pela Suno Asset independentemente desses dois aspectos.

cartão Mastercard Black do Banco Inter

Inter e Suno

Outra iniciativa é a co-criação de um fundo imobiliário com padrão ESG (sigla em inglês para governança ambiental, social e corporativa) com a Suno Asset como gestora. O fundo deve ser lançado no terceiro trimestre do ano e a expectativa é captação de R$ 1 bilhão para investimentos em energia renovável e reflorestamento. O fundo terá taxas combinadas equivalentes à metade das praticadas pelos grandes players atualmente.

“É preciso unir forças para quebrar o oligopólio de distribuição de produtos financeiros no Brasil e levar o que existe de melhor para o varejo com taxas justas.” destaca Felipe Bottino, head da Inter Invest.

“Muitas emissões de fundos imobiliários têm vindo ao mercado com custos que chegam a 5% do valor total. É possível fazer bons produtos com taxas em torno da metade desse valor. O pior é que, na maioria das vezes, o investidor nem sabe quanto está pagando”, diz Vitor Duarte, diretor de Gestão da Suno Asset.

A ideia da parceria surgiu após o lançamento do programa de cashbacks de ofertas públicas divulgado pela Inter Invest no início do mês. Tiago Reis, fundador do Grupo Suno, e Felipe Bottino, da Inter Invest, identificaram muitas similaridades entre os propósitos das duas empresas e oportunidades para criar uma nova indústria de fundos imobiliários.

Ambas as casas têm atuação reconhecida e bem-sucedida no ramo de fundos imobiliários. De um lado, a Inter Invest conta com mais de 350 mil investidores, ou 10% do total registrado na Bolsa. No outro, a Suno foi uma das primeiras casas de análise a falar sobre esse tipo de ativo e, hoje, é a principal fonte de informação do setor, com mais de 4,5 milhões de seguidores em suas redes sociais e mais de 12 milhões de acessos mensais aos seus diferentes sites dedicados a investimentos.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.