Conecte-se conosco

MEI

Banco do Povo libera mais R$ 70 milhões para auxiliar MEIs, produtores rurais e informais

Duas linhas de crédito estão disponíveis, uma contempla empreendedores com CNPJ e a outra quem não tem.

Publicado

em

Dinheiro

O governo de São Paulo vai liberar mais R$ 70 milhões em microcréditos para auxiliar microempreendedores (MEI), produtores rurais e informais. O benefício visa amparar financeiramente esses grupos em meio a pandemia do novo coronavírus. A transação vai ser feita por meio do Banco do Povo.

Vão ser oferecidas duas linhas de crédito. A primeira é direcionada aos empreendedores informais e produtores rurais sem CNPJ. Nessa linha, as opções de crédito contemplam até R$ 5 mil, com taxa de juros marcando 1% ao mês. O prazo para pagamento é de até 12 meses, com carência de até 60 dias para capital de giro.

No caso de investimento fixo, o prazo para pagamento dobra, abrangendo 24 meses, com carência de até 90 dias. Porém, para contar com essa linha de crédito, o empresário tem que apresentar um avalista.

A segunda linha foca nos Microempreendedores Individuais (MEIs) e produtores rurais com CNPJ. A taxa de juros é de 0,35% a 0,70% ao mês. O limite, por sua vez, é de até R$ 8,1 mil, podendo ser usado em compras de mercadorias e pagamentos das obrigações da empresa.

Para fazer a solicitação de financiamento nessa linha, o empreendedor não pode ter restrições cadastrais no CNPJ e CPF. O prazo para pagamento é de até 24 meses, com carência de até 60 dias para capital de giro. Já o investimento fixo conta com prazo para pagamento de até 36 meses, e até 90 dias de carência.

Essa não é a primeira vez que o governo de São Paulo libera créditos. Anteriormente, R$ 650 milhões em empréstimos subsidiados foram negociados por meio do Banco do Povo, Desenvolve SP e Sebrae-SP. Segundo o governo, mais de 70% desses recursos foram destinados à setores mais vulneráveis da economia. Até agora, 11.932 empreendedores foram contemplados com o crédito.

Continue lendo
Publicidade
Comentários