Conecte-se conosco

Política

Bolsonaro solicita crédito de R$ 2,8 bilhões para auxílio emergencial

Mandatária encaminhou ao Congresso um projeto de lei solicitando a abertura de um crédito especial para custeio de programa emergencial.

Publicado

em

Bolsonaro e Dinheiro

Para viabilizar uma nova rodada de pagamentos do auxílio emergencial, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) encaminhou ao Congresso Nacional um projeto de lei que solicita a abertura de um crédito especial de R$ 2,8 bilhões. Por enquanto, o conteúdo do documento não foi divulgado, porém a mensagem de envio da proposta deve sair em breve no Diário Oficial da União.

Leia mais: Bolsonaro crava qual é o grande problema do preço dos combustíveis

“A abertura visa incluir nova categoria de programação no orçamento vigente, com o objetivo de viabilizar, no âmbito da Administração Direta do Órgão, o custeio do ‘Auxílio Emergencial de Proteção Social a Pessoas em Situação de Vulnerabilidade, Devido à Pandemia da Covid-19’. O crédito será financiado pelo cancelamento de dotações orçamentárias”, informou a nota divulgada pela Secretaria Geral.

Apesar da declaração, o órgão não confirmou como serão utilizados os recursos. Além disso, o governo também informou em nota que a abertura do crédito especial vai depender da aprovação do Congresso Nacional.

Criado em 2020, o auxílio emergencial teve a missão de socorrer a população mais vulnerável durante a pandemia da Covid-19. No seu trajeto, o programa contou com algumas prorrogações até chegar ao seu fim oficial no mês de outubro deste ano. O motivo foi o lançamento do Auxílio Brasil, programa substituto do Bolsa Família.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS