Conecte-se conosco

Finanças

Bradesco Asset Management (Bram) lança em dezembro cinco fundos quantitativos

Detentora de uma carteira de R$ 550 bi, instituição quer estar mais exposta a investimentos no exterior

Publicado

em

Crédito: Bradesco RI

A fim de obter maior exposição a investimentos no exterior, a Bradesco Asset Management (Bram), decidiu lançar, em dezembro próximo, mais cinco fundos quantitativos, baseados em algoritmos, além dos 19 já existentes na área quantitativa, criada em 2017, pela instituição, detentora de uma carteira de R$ 550 bilhões.

Avalanche de informações – Essa foi a solução encontrada pela companhia para lidar com a avalanche de informações diárias, de, pelo menos, 1 mil ações de empresas, do mundo inteiro, além de dezenas de moedas e uma infinidade de ativos, como renda fixa e commodities.

Estratégia é dobrar – Com a iniciativa, a Bram pretende dobrar, de R$ 20 bilhões para R$ 40 bilhões, o montante sob gestão da área de quantitativos. “Observamos uma demanda muito forte nesse mercado e pretendemos atingir essa meta ao longo de 2022”, revela o diretor de investimentos da Bram Luiz Philipe Roxo Biolchini.

Maior exposição – Como não consegue acompanhar todas as informações, ao mesmo tempo, com o time local, a Bram vem investindo forte na aquisição de mais robôs, o que permitirá ampliar sua exposição a investimentos no exterior, além de acompanhar, de forma ininterrupta, centenas de ações negociadas nos Estados Unidos ou na Bolsa de Hong Kong.

Sonho de gestora – “O sonho de toda gestora é ter uma analista para cada ação. Mas isso é impossível. Só no Brasil são mais de 200 companhias. Imagina lá fora”, explica o superintendente da gestora e responsável pela área quantitativa da companhia, Clayton Rodrigues.

BDR de ETF – Entre os fundos quantitativos, destaque para aquele dedicado a investir em BDRs, papéis emitidos no país para ativos listados no exterior. No caso da Bram, suas BDRs são de ETF, índice que representa a carteira de outro fundo, no caso, um estrangeiro. Dessa forma, ao optar por BDRs de ETF, a Bram adquire condições de investir em várias empresas, ao mesmo tempo.

Quantitativo de ações – Em dezembro próximo, a Bram também deve lançar um fundo quantitativo específico para ações do mercado de capitais nacional: um de juros e moeda, com foco no Brasil, e outro de crédito global.

Ganhando tração – A ideia é que, a princípio, os novos fundos atendam, com exclusividade, clientes institucionais, mas à medida que as carteiras ‘ganhem tração’, estes poderão ser, também, disponibilizados aos investidores do varejo.

Tarefas dos robôs – Ao lado dos humanos, os robôs farão a análise e a recomendação, com indicações de risco, retorno e alocação na carteira; análise fundamentalista de empresas, acompanharão dados macroeconômicos dos países onde estão inseridas essas empresas, assim como vão monitorar tendências de mercado e volatilidade.

Não é páreo – Esse acervo impressionante de funcionalidades eletrônicas, contudo, não é páreo para o que o gênero humano possui de mais singular: seu ‘feeling’ profissional.

Fora dos números – “Sabemos que muitas informações não estão nos dados, nas notícias e nos balanços. O analista pode ouvir uma entrevista do diretor de RI (Relações com Investidor) de uma empresa e capturar algo que não está nos números”, afirma Rodrigues.

Físicos são maioria – Atualmente, a companhia possui 202 profissionais, dos quais 13 atuam na equipe montada pelo superintendente da Bram, a maioria, composta por físicos – que dominam a modelagem de algoritmos – mas também há engenheiros, economistas e administradores.

Programação vital – Essa diversidade profissional do grupo reforça a mentalidade da Bram, no sentido de buscar profissionais de outras áreas e formações, mas que estejam associados à programação, necessária à criação dos robôs.

Publicidade
Comentários

Finanças

Termina na terça (30) prazo do auxílio-dívida do Serasa

Publicado

em

Consumidores que possuem dívidas podem receber o auxílio-dívida do Serasa até está terça-feira (30). O benefício é uma ajuda de custo que a empresa oferece para os cidadãos inadimplentes quitarem suas dívidas. Para utilizar o recurso, é preciso que a pessoa tenha dívidas de, pelo menos, R$ 200.

Leia mais: Rendimento da poupança pode acompanhar inflação, sinaliza presidente do BC

Auxílio-dívida – Serasa

O auxílio-dívida do Serasa oferece um valor de R$ 50 para ajudar no pagamento das contas em aberto. Quem está endividado poderá usar o dinheiro para quitar uma dívida de R$ 200. Também poderá pagar duas de R$ 100 ou quatro de R$ 50, isso varia entre cada um dos casos.

Para conquistar o dinheiro, é preciso que usuário entre e se cadastre no site do Serasa. Depois, basta acessar a aba “Auxílio-Dívida” dentro da página na web. Depois de cumprir todas as etapas necessários, o valor é creditado na carteira virtual o cliente. A quantia estará disponível até o dia 17 de dezembro de 2021.

As negociações com as empresas de cobrança podem ser feitas pelo aplicativo do Serasa. Além disso, os consumidores conseguem negociar as dívidas pelo telefone 0800-591-1222. Outro canal de negociação é o WhatsApp 11 99575-2096 ou atrás de agências dos Correios.

Como consultar se o nome está no Serasa:

Basta acessas o site ou baixar o aplicativo do Serasa no smartphone. Clique em “consultar dívidas”. Depois, é só fazer seu cadastro utilizando CPF, nome, nascimento e e-mail.

Assim que estiver tudo pronto, o usuário acessará uma página que mostra o Score. Se trata de uma espécie de pontuação que mede a confiabilidade do consumidor em pagar as dívidas.

Também é possível consultar se alguma dívida está ativa e se existe proposta para renegociação do saldo. A operação é gratuita.

Como limpar o nome no Serasa

Para limpar seu nome junto ao Serasa, acesse o site do Serasa Limpa Nome. Este é o jeito mais fácil de se livrar das dívidas. Isso se o auxílio-dívida não foi o suficiente para seu caso.

Siga as instruções:

1 – Acesse o site: https://www.serasa.com.br/limpa-nome-online/

Utilize a mesma senha criada anteriormente.

2 – Confira quais são suas dívidas ativas;

3 – Selecione a melhor opção para quitar os débitos;

4 – Siga o passo a passo da negociação

5 – Clique em gerar boleto

Pronto. Agora, basta fazer o pagamento do boleto. Depois de quitado, a empresa tem alguns dias para identificar e solicitar a retirada do seu nome junto ao Serasa.

Continue lendo

Finanças

Caixa oferece crédito de até R$ 1 mil pelo aplicativo

Novas linhas de crédito da Caixa já estão disponíveis para milhões de brasileiros por meio do app Caixa Tem.

Publicado

em

Se você precisa de um empréstimo rápido e direto pelo celular, precisa conhecer essa novidade da Caixa Econômica Federal. O banco lançou duas linhas de crédito que liberam de R$ 300 até R$ 1 mil pelo aplicativo Caixa Tem, sem necessidade de comparecer a uma agência.

Leia mais: Concurso Ibama 2021: Divulgado edital com 568 vagas; Até R$ 8,5 mil

Os produtos foram criados como uma alternativa para ajudar milhões de brasileiros que deixaram de receber o auxílio emergencial em outubro. Cerca de 100 milhões de usuários da ferramenta já podem solicitar o dinheiro.

Condições do empréstimo

O cliente pode optar entre as duas modalidades disponíveis: o Crédito Caixa Tem Pessoal e o Crédito Caixa Tem para Seu Negócio. Com o próprio nome indica, a primeira é voltada para uso pessoal, como pagamento de contas, por exemplo.

Já a segunda linha serve para quem precisa de uma ajuda no seu negócio. O dinheiro deve ser usado para pagar fornecedores, comprar matéria-prima, adquirir equipamentos ou outro fim semelhante.

Em ambos os casos, a taxa de juros é de 3,99% ao mês, com até 24 meses para pagar. As parcelas são quitadas via débito automático, com desconto na poupança digital Caixa Tem do contratante.

Vale destacar que os empréstimos não estão disponíveis para beneficiários do Bolsa Família, nem tampouco para consumidores que estão com o nome negativado.

Calendário de liberação

A Caixa está liberando os empréstimos de forma gradativa, de acordo com os calendários abaixo:

Cliente Caixa Tem

  • Nascidos em janeiro e fevereiro: a partir de 27 de setembro;
  • Nascidos em março e abril: a partir de 18 de outubro;
  • Nascidos em maio e junho: a partir de 8 de novembro;
  • Nascidos em julho e agosto: a partir de 29 de novembro;
  • Nascidos em setembro e outubro: a partir de 13 de dezembro;
  • Nascidos em novembro e dezembro: a partir de 27 de dezembro.

Não é cliente Caixa Tem

  • Nascidos em janeiro, fevereiro, março, abril, maio e junho: a partir de 8 de novembro;
  • Nascidos em julho e agosto: a partir de 29 de novembro;
  • Nascidos em setembro e outubro: a partir de 13 de dezembro;
  • Nascidos em novembro e dezembro: a partir de 27 de dezembro.

Continue lendo

Finanças

Saiba como utilizar o novo limite de R$ 2 mil liberado pelo Nubank

Banco digital cria limite diário para ampliar a segurança de seus clientes que utilizam certa funcionalidade de pagamentos.

Publicado

em

Cartão de Crédito Nubank PJ

Focado na segurança de seus clientes, o Nubank criou um novo limite de R$ 2 mil para que utiliza o Apple Pay. O sistema de pagamentos por aproximação e carteira digital é compatível com os aparelhos Apple Watch e iPhone. A medida também vale para transações via Google Pay.

Leia mais: 5 opções melhores que a poupança para colocar seu dinheiro para render

A medida serve para proteger os usuários de possíveis fraudes ou golpes. Para compras acima do limite, será preciso usar o cartão de crédito físico. “Caso você atinja esse limite, a sua transação será negada. Mas não se preocupe, é só você refazer a compra utilizando o seu cartão físico”, explicou o Nubank.

Em seu blog, o banco digital usou uma justificativa parecida para explicar a criação do limite para pagamentos por aproximação usando celulares com Android.

“Segurança é uma prioridade no Nubank. Por isso, implementamos um limite diário no valor de R$ 2 mil para transações por meio de carteiras digitais, tanto no débito quanto no crédito, adicionando uma camada extra de proteção aos nossos clientes”, escreveu a fintech.

O que diz o Nubank

Ainda não se sabe se o usuário poderá ajudar essa margem de acordo com sua necessidade. Ao portal Tecnoblog, o Nubank afirmou apenas que, além do limite, também tem criado conteúdos para evitar esquemas criminosos.

“Além disso, disponibilizamos conteúdos educativos em nosso blog e realizamos campanhas educacionais para prevenir golpes e instruir nossos clientes”, garantiu o banco.

Veja mais: Rendimento da poupança pode acompanhar inflação, sinaliza presidente do BC

Continue lendo

MAIS ACESSADAS