Conecte-se conosco

Economia

Caixa anuncia nova linha de crédito com juros atrelados à poupança

Crédito Imobiliário Poupança Caixa poderá ser utilizado para a compra de imóveis novos ou usados, além de construções e reformas, com até 35 anos para pagar.

Publicado

em

CEF oferece desde fevereiro o Caixa Construção, linha de crédito com correção automática

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quinta-feira, 25, o lançamento de uma linha de crédito imobiliário com taxa de juros atrelada ao rendimento da Poupança. Além disso, será cobrado um percentual, podendo variar de acordo com o perfil do cliente. O financiamento já estará disponível a partir da próxima segunda-feira, 1º de março.

Esse percentual corresponde às taxas efetivas do financiamento, a partir de 3,35% ao ano. Já a taxa de juros referente à remuneração da poupança será de 70% da taxa Selic, caso ela seja igual ou menor que 8,5%, ou de 6,17% ao ano quando a Selic for maior que 8,5% ao ano. Ademais, o saldo devedor será atualizado todos os meses, de acordo com a Taxa Referencial (TR).

O Crédito Imobiliário Poupança Caixa poderá ser utilizado para a compra de imóveis novos ou usados, além de construções e reformas. O prazo para pagar o financiamento será de até 35 anos (420 meses).

A estimativa da Caixa é que cerca de R$ 30 bilhões sejam destinados para a nova linha de crédito, com possibilidade de ampliar a oferta, se necessário. Clientes de outros bancos também poderão contratar o financiamento a partir de março. Para simular e solicitar o crédito, basta acessar o site da Caixa ou aplicativo Habitação Caixa.

Atualmente, a instituição conta com 145 milhões de clientes, somando R$ 387,6 bilhões depositados em contas poupança. Com a criação da nova linha, são quatro opções de financiamento imobiliário com recursos da poupança (SBPE) disponíveis na Caixa, inclusive para não correntistas. Lembrando que “clientes com relacionamento com a Caixa têm sempre juros menores. Quanto maior o relacionamento, menor a taxa de juros”, destaca Pedro Guimarães, presidente da Caixa.

Você pode gostar
Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.