Conecte-se conosco

Tecnologia

Descoberto novo site falso que rouba dados de servidores públicos

Página captura usuários e senhas do aplicativo SouGov.br

Publicado

em

Pela segunda vez em poucos dias, o Ministério da Economia pediu a suspensão de um site falso registrado no exterior que rouba informações de servidores públicos federais. A página captura usuários e senhas do aplicativo SouGov.br.

O alerta foi publicado hoje (26) pela Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério da Economia. O endereço falso é servidor.sougovbr.online.

Lançado em maio, o SouGov.br substituiu o aplicativo Sigepe Mobile. A ferramenta tem cerca de 30 serviços disponíveis aos servidores federais, como fornecimento de contracheque, consultas de prévia de salário, envio de atestados médicos e prova de vida para aposentados e pensionistas .

A secretaria do Ministério da Economia orienta os servidores federais a digitar o login e a senha do SouGov.br somente no aplicativo baixado da loja virtual oficial do governo. Caso alguém tenha inserido os dados no site falso, o órgão pede a troca imediata da senha do Portal Gov.br e dos sistemas Sigac/Sigepe.

Em caso de dúvidas, os servidores públicos devem entrar em contato com a Unidade de Gestão de Pessoas do seu órgão ou com a Central de Atendimento Sipec, no telefone 0800-978-9009. A central também pode ser acessada pela internet.

Este foi o segundo alerta emitido nos últimos dias pelo órgão. Na sexta-feira (23), a secretaria havia descoberto um site falso, também hospedado no exterior, que coletava informações de usuários e senhas do Sistema de Gestão de Acesso do Governo Federal (Sigac).

O Sigac permite que gestores alterem dados do funcionalismo federal e também dá acesso ao Sigepe. Nesse sistema, os servidores federais do Poder Executivo (ativos e inativos), funcionários de estatais e pensionistas obtêm informações sobre contracheques e férias, baixam comprovantes do Imposto de Renda e atualizam ou alteram dados cadastrais.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tecnologia

Descubra quando o sinal 5G estará disponível na sua cidade

Anatel aprovou a licitação para concessão das faixas de transmissão do sinal. A nova tecnologia deve chegar a 9,5 mil locais sem conexão de celular no país.

Publicado

em

A diretoria da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou o leilão das faixas de exploração para tecnologia 5G. O leilão será no dia 4 de novembro. A direção da Anatel aprovou a proposta na última sexta-feira (24) após análise realizada pelo Tribunal de Contas da União.

Leia mais: Governo oferece desconto de até 100% na conta de luz pelo Tarifa Social

5G no Brasil

No total, serão licitadas quatro faixas de frequência. Este é o nome dado ao “espaço no ar” por onde passam as ondas eletromagnéticas com os sinais de internet. Esses sinais permitem a conexão entre aparelhos e torres que enviam dados para as centrais de comunicação.

Os representantes da Anatel informaram em entrevista coletiva o valor das licitações. As faixas de outorga licitadas custarão R$ 10,6 bilhões aos candidatos, com mais R$ 39,4 bilhões em compromissos. O superintendente de Competição da Anatel, Abraão Balbino, disse que o leilão deveria custar mais de R$ 100 bilhões.

Obrigação educacional

Parte dos recursos de uma das faixas, de 26 GHz, será destinado para investimentos em educação. O dinheiro deverá ser aplicado em ações como para conectar escolas. Será criado um grupo de acompanhamento que irá analisar os projetos e os investimentos.

O presidente da Anatel, Leonardo de Morais, afirmou que 9,5 mil localidades serão cobertas pelo serviço. Todos esses locais não possuem cobertura de celular atualmente.

Quando o 5G chegará?

Segundo a Anatel, o início da oferta de 5G está previsto, nas maiores capitais, para o meio de 2022. As informações foram divulgadas pela Agência Brasil.

Contudo, se houver condições técnicas e de implantação do serviço, o prazo poderá ser adiantado. Porém ainda não há previsão atual de quando os primeiros serviços poderão estar ativos.

Revolução do 5G

A tecnologia 5G está cada vez mais atual e promete mais velocidade e menor tempo de envio e recebimento de dados. Com a sua chegada, diversas tecnologias poderão ser criadas a fim de melhorar vários processos.

Vale destacar que o 5G atingirá em larga escala os celulares e dispositivos móveis. Porém máquinas industriais, laboratórios de pesquisa, GPS, aparelhos interativos, entre outros, também serão aprimorados. Dessa forma, o 5G é visto como um ponto de revolução tecnológica importante da história atual.

Continue lendo

Tecnologia

Quer economizar a memória do celular? Conheça 5 funções do WhatsApp que podem ajudar

Aplicativo de mensagens tem funções que ajudam o usuário a economizar espaço no armazenamento do celular.

Publicado

em

Memória cheia no smartphone é um problema para quem gosta de ter tudo que precisa na palma da mão. O WhatsApp disponibiliza vários recursos para ajudar o usuário que precisa economizar espaço no armazenamento do celular e liberar memória.

Leia mais: Nova função do WhatsApp promete salvar quem não consegue responder a todas as mensagens

A seguir, conheça cinco funções do aplicativo de mensagens que vão te ajudar a poupar a memória do celular.

1 – Gerenciar armazenamento

Dentro da ferramenta, existe uma função que informa o espaço ocupado pelos conteúdos de mídia compartilhados. O usuário pode ver quantos GB ainda tem livre, os arquivos maiores do que 5 MB, as mídias encaminhadas com frequência e o tamanho de seus chats no WhatsApp.

Para gerenciar sua memória no aplicativo, acesse o menu “Configurações”, selecione “Armazenamento e dados” e clique em “Gerenciar Armazenamento”.

2 – Modo temporário

Outro recurso útil para liberar memória é o modo temporário. Com ele, todas as mensagens enviadas desaparecem automaticamente após sete dias. A função precisa ser ativada em cada chat de forma individual. Basta abrir a conversa, apertar no nome do contato e ativar a opção “Mensagens temporárias”.

3 – Ver uma vez

Esse função permite o envio de mídias que só podem ser visualizadas uma vez antes que se autodestruam. É só abrir a conversa, apertar o ícone de câmera ao lado de “Mensagem” e ativar o timer com um desenho de “1” antes de enviar a foto ou vídeo.

4 – Alterar a qualidade de imagem

O WhatsApp permite que o usuário escolha a qualidade das imagens enviadas e recebidas. O aplicativo comprime a resolução das mídias por padrão, mas é possível reduzir ainda mais essa qualidade para que as imagens ocupem menos espaço no celular.

O recurso está disponível no menu “Armazenamento e dados”, “Qualidade das fotos”, depois na opção “Economia de dados”.

4 – Desativar download automático

Sempre que alguém recebe uma foto ou vídeo, o aplicativo salva o conteúdo na galeria do celular. Para evitar ficar com a memória cheia de mídias indesejadas, é preciso desativar o download automático de arquivos.

A opção fica em “Armazenamento e dados”, depois em “Download automático de mídia”. É só selecionar “Ao utilizar dados móveis” e desmarcar os itens “Fotos”, “Vídeos” e “Documentos”.

Continue lendo

Tecnologia

Saiba como resolver o ‘bug’ que faz Instagram ficar sem som no iOS 15

Nova versão do sistema operacional da Apple foi lançada na última segunda-feira, mas usuários já encontraram problemas.

Publicado

em

O iOS 15 foi lançado pela Apple na última segunda-feira, 20, e conta com diversas atualizações para os aparelhos da marca. Entretanto, os usuários detectaram alguns problemas ainda nos primeiros dias de uso do novo sistema operacional.

Veja mais: Carro por assinatura vale a pena? Veja prós e contras do serviço

O primeiro erro da atualização foi um falso alerta de memória cheia. Agora, o problema é um ‘bug’ que o Instagram ficar mudo. No Twitter, alguns usuários reclamaram:

Como corrigir o problema

A Apple ainda não se pronunciou sobre o assunto até o momento, nem tampouco o Facebook, dono do Instagram. Mesmo sem uma solução oficial, existem algumas maneiras de corrigir o bug. Veja quais:

  • Desativar o modo silencioso do celular por meio do botão físico;
  • Ativar o som em qualquer outra publicação com vídeo na rede social antes de abrir os stories;
  • Atualizar o aplicativo para sua versão mais recente;
  • Reiniciar o celular.

Alguns donos de iPhones e iPads informaram que TikTok e Snapchat não foram afetados pelo erro. Considerando a grande quantidade de queixas, a empresa possivelmente vai criar uma solução emergencial para o problema.

Continue lendo

MAIS ACESSADAS