Conecte-se conosco

Bancos

Estoque total de crédito vai a R$4,428 tri sem setembro, diz BC

O levantamento também está separado por setores, como Habitaçao e outros

Publicado

em

O estoque total de crédito marcou R$ 4,428 trilhões em setembro ante agosto, informou o Banco Central (BC).

De acordo com a autoridade monetária, trata-se do total de operações de crédito do sistema financeiro e representa alta de 2,00% no período.

Também disse que em setembro ante agosto, houve alta de 1,0% no estoque para pessoas físicas e elevação de 2,3% no estoque para pessoas jurídicas.

E acrescentou que o estoque de crédito livre avançou 2,4% em setembro, enquanto o de crédito direcionado apresentou alta de 1,5%.

Estoque total de crédito

Ainda de acordo com o BC, no crédito livre houve alta de 2,0% no saldo para pessoas físicas no mês passado. Para as empresas, o estoque avançou 2,9% no período.

O banco informou, também, que o total de operações de crédito em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) foi de 52,4% para 52,9% na passagem de agosto para setembro.

Habitação e veículos

Os dados mostram que o estoque das operações de crédito direcionado para habitação no segmento pessoa física cresceu 1,2% em setembro ante agosto, totalizando R$ 789,219 bilhões.

O estoque de operações de crédito livre para compra de veículos por pessoa física, por sua vez, subiu 1,1% em setembro ante agosto, para R$ 235,444 bilhões. Em 12 meses, houve alta de 12,5%.

Setores

A autoridade monetária destacou que o saldo de crédito para as empresas do setor de agropecuária subiu 3,0% em setembro, para R$ 38,355 bilhões.

Já o saldo para a indústria avançou 1,3%, para R$ 744,379 bilhões. O montante para o setor de serviços teve alta de 2,1%, para R$ 1,091 trilhão.

No caso do crédito para pessoa jurídica com sede no exterior e créditos não classificados (outros), o saldo subiu 100,3%, aos R$ 19,062 bilhões.

Setor não financeiro

Conforme o levantamento, o saldo do crédito ampliado ao setor não financeiro subiu 1,2% em setembro ante agosto, para R$ 13,076 trilhões. O montante equivale a 156,3% do PIB do Brasil.

Já o crédito ampliado inclui, entre outras, as operações de empréstimos feitas no âmbito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) e as operações com títulos públicos e privados. A medida permite uma visão mais ampla sobre como empresas, famílias e o governo geral estão se financiando, ao abarcar não apenas os empréstimos bancários.

No caso específico de empresas, o saldo do crédito ampliado cresceu 3,1% em setembro ante agosto, para R$ 4,514 trilhões. O montante equivale a 54,0% do PIB.

BNDES

Também disse que o saldo de financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para empresas teve alta de 0,8% em setembro ante agosto, somando R$ 378,166 bilhões, informou o Banco Central. Em 12 meses, a queda acumulada é de 3,8%.

Em setembro, houve avanço de 2,5% nas linhas de financiamento agroindustrial do BNDES, alta de 0,8% no financiamento de investimentos e queda de 1,9% no saldo de capital de giro.

Concessões

Em se tratando de concessões dos bancos, estas, no crédito livre, subiram 3,2% em setembro ante agosto, para R$ 387,5 bilhões. No acumulado dos nove primeiros meses do ano, o avanço foi de 18,6% e, nos 12 meses até setembro, a alta foi de 12,9%.

Publicidade
Comentários

Bancos

Itaú conquista bi na categoria ‘melhor private bank da América Latina’

Seleção da publicação britânica PWM/The Banker abrangeu 120 bancos em todo o globo

Publicado

em

Crédito: Neofeed

Pela segunda vez consecutiva, o Itaú se sagra como o melhor private bank da América Latina, em pesquisa internacional promovida pela publicação britânica PWM/The Banker, que abrangeu 120 bancos de todo o globo, que passaram pelo crivo de 16 jurados especializados na indústria financeira, que levaram em conta itens como resultados, estratégias, projetos e ações das instituições.

Ano desafiador – Como justificativa para a premiação como “Best Private Bank in Latin America” pelo banco brasileiro, o veículo de mídia destacou “o ano desafiador e único (2020) reforçou o compromisso do Itaú em atender os clientes e cuidar dos colaboradores, bem como de seus impactos na sociedade”.

Referência máxima – O reconhecimento internacional, porém, foi além, desta vez pelo Private Banker International, também grupo mídia britânico, que elegeu o banco brasileiro na categoria “Outstanding Global Private Bank Latin America”, selando o Itaú como referência máxima do segmento no continente.

Vinte conquistas – O momento especial da instituição brasileira sucede muitos outros prêmios conquistados em sua categoria (private bank), perfazendo mais de 20 conquistas, além de figurar como destaque entre os melhores private banks do mundo.

‘Melhor experiência’ – Entre os fatores determinantes do sucesso ‘meteórico’ do Itaú Private Bank, nos últimos anos, o destaque fica para a ‘atuação centralizada nos clientes, que devem receber a melhor experiência possível’, com base em premissas, como proximidade, alinhamento de interesses, parceira de longo prazo com famílias, assim como a busca dos ‘melhores resultados’ para a clientela.

Clientes no centro – “Colocamos os interesses dos clientes no centro de nossas decisões”, destaca nota publicada pelo Itaú Private Bank, para quem “antecipar as necessidades e oferecer serviços personalizados, exclusivos e adequados ao que cada um deles precisa são pontos essenciais de nosso método de trabalho”.

Regras estáveis – Como característica vencedora do Itaú, a gestão de recursos locais e internacionais de clientes pode ser feita pela mesma equipe de atendimento, o que confere uma visão global e complementar dos portfólios. Também pesaram na escolha da instituição brasileira, além da centralidade no cliente, o ganho de market share auferido e a adoção de uma agenda ESG.

Oferta completa – Como de costume, os clientes do Itaú Private Bank podem contar com benefícios do sistema conhecido como one-stop shop, ou seja, se refere a um ambiente que integra a oferta completa de produtos e serviços de uma mesma instituição financeira.

Três frentes – Outro ponto que pesou muito na recondução do Itaú ao topo foi o seu compromisso com a agenda ESG, a exemplo do Plano Amazônia, em conjunto com outras instituições financeiras, cujo principal objetivo é promover o desenvolvimento sustentável da região, considerando três frentes de atuação consideradas prioritárias: conservação ambiental e desenvolvimento da bioeconomia, investimento em infraestrutura sustentável e garantia dos direitos básicos da população da região amazônica.

Volume recorde – Detentora de mais de 70 produtos ESG, distribuídos no país e no exterior, o Itaú Private Bank obteve volume recorde em torno de R$ 690 bilhões de recursos sob gestão, o que corresponde a um crescimento de 15% este ano.

Liderança nacional – Ao mesmo tempo, o banco brasileiro se consolidou na liderança do segmento nacional de private bank, respondendo por 30% do mercado, de acordo com ranking elaborado pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

Continue lendo

Bancos

Nubank: 4 dias INFALÍVEIS para aumentar o limite do cartão

Algumas dicas podem te ajudar a aumentar o limite do seu cartão de crédito Nubank. Veja o que você pode fazer para conseguir mais crédito.

Publicado

em

Cartão Nubank

Ter mais limite no cartão de crédito pode ser uma boa saída para os brasileiros, desde que o dinheiro seja usado com cautela e organização financeira. Algumas dicas podem te ajudar a melhorar o limite no seu cartão de crédito do Nubank.

Leia mais: Nubank: Veja como usar o cashback para investir no Nu invest

Antes de tudo, os bancos levam em conta a forma como você lida com o crédito. Esse tipo de informação é de fácil acesso para as instituições financeiras. Por isso é sempre bom ter um bom nome no mercado para garantir o acesso mais facilitado ao crédito.

Alguns bancos ficam tão atentos a isso que, mesmo que o cliente não peça, o limite do cartão de crédito é aumentado de forma automática. É o caso do Nubank, que vez ou outra surpreende os clientes.

Limite no cartão Nubank

Uma das formas de conseguir mais limite no cartão de crédito parece óbvia, mas nem todo mundo percebe. Quanto mais você usa os produtos e serviços do banco, mais crédito você tem.

Afinal de contas, a instituição passa a conhecer mais o seu comportamento. No caso do Nubank isso pode ser o primeiro passo para aumentar o limite do seu cartão. Por exemplo, quando você contrata o seguro de vida do Nubank.

Além disso, quanto mais você movimenta a sua conta é maior a chance de melhorar o seu limite com o Nubank. Ou seja, você mostra que consegue pagar pelos seus compromissos financeiros. Por outro lado, se o cliente usa pouco o cartão, menos limite ele deve ter disponível.

Tente sempre pagar as suas dívidas sem precisar de muitas parcelas. E sempre pague as suas contas em dia. Isso é essencial para ficar com o nome limpo na praça e conseguir mais limites no Nubank e em outro bancos.

Continue lendo

Bancos

Nubank: Veja como usar o cashback para investir no Nu invest

O cartão Ultravioleta do Nubank devolve 1% de cashback em cada compra feita pelos clientes, que pode ser usado inclusive para investir.

Publicado

em

Cartão Nubank

Com o cartão de crédito Ultravioleta do banco digital Nubank, todas as compras feitas no crédito devolvem 1% de dinheiro para os clientes. E o cashback pode ser usado como a pessoa bem entender, inclusive para investir no Nu invest.

Leia mais: IGP-M: contrato de aluguel que vence em dezembro será reajustado em 17,9%

O cartão Ultravioleta foi lançado em julho deste ano e veio para concorrer com o Mastercard Black. O cartão oferece além do cashback outras vantagens como o seguro de vida e assistência de viagem. O valor que volta para a conta do cliente não expira. Ou seja, pode ser usado quando a pessoa quiser. O valor vai se acumulando a cada nova compra no crédito com o cartão Ultravioleta do Nubank.

O cartão Ultravioleta compensa mais para quem gasta pelo menos R$ 5 mil ao mês, já que a anuidade é de R$ 45.

Cashback Nubank

O valor de 1% da compra que volta para o cliente cresce 200% do CDI ao ano. Por exemplo, se você faz uma compra no valor de R$ 300 vai receber de volta R$ 3. Esse valor fica na conta e vai somando aos outros valores de cashback a cada nova compra.

Dessa forma, esse dinheiro que volta pode ser transferido para a conta Nubank ou como milhas Smiles ou como investimento na própria Nubank.

Por exemplo, quem preferir investir no Nu invest é só entrar na área do cashback em “usar cashback”. Depois clica em “enviar para a Nu invest” e coloque o valor que você deseja enviar. Para finalizar é só colocar a sua senha e o dinheiro já vai para a Nu invest.

Com o cartão Nubank Ultravioleta, o banco digital também investiu em segurança. Com isso, o cartão tem apenas o nome do cliente e nada mais. Por exemplo, dados como número, código de segurança e validade só são acessados pelo cliente por meio do aplicativo Nubank.

Continue lendo

MAIS ACESSADAS