Conecte-se conosco

Ações, Units e ETF's

Fed ‘estável’; inflação e precatórios pautam Ibovespa de quarta-feira

Ao manter Powell no posto, Joe Biden sinaliza combate efetivo para ‘derrubar’ inflação ianque; matéria fiscal será lida na CCJ

Publicado

em

Credito: Suno

A recondução de Jerome Powell, pelo presidente norte-americano Joe Biden, no comando do Federal Reserve (Fed), banco central estadunidense, já se reflete na alta dos juros ianques, pois o mercado interpreta o fato como um recado de que a Casa Branca pretende enfrentar a alta inflacionária local, sobretudo nos setores de alimentos, gasolina e aluguel.

Futuros em queda – Apesar disso, os índices futuros dos EUA operam em queda, nessa quarta (24), devido à venda generalizada de ações de tecnologia, por sua vez pressionadas pelas altas de juros promovidas pelo Tesouro dos Estados Unidos. Na véspera (23), os índices locais apresentaram desempenhos variados, com o recuo de 0,5% do Nasdaq, a queda de 0,17% do S&P, em contraponto ao avanço de 194 pontos Dow Jones.

Previsão contrariada – O sinal de alerta foi dado pelo pico inflacionário dos preços ao consumidor em outubro, que subiu 6,2% em comparação com igual mês do ano passado (maior taxa para o mês em 31 anos), contrariando as previsões do Fed, de que a alta dos preços ‘induzida’ pela pandemia seria temporária, com o posterior retorno gradual das cadeias de abastecimento, o que não ocorreu. Em consequência, dados do Departamento de Comércio apontam o índice PCE – favorito da autoridade monetária estadunidense — com taxa equivalente ao dobro da meta média flexível de 2% do Fed.

Três reajustes – Frente a isso, a aposta mais corrente dos investidores é de que o Fed deverá reajustar os juros, pelo menos três vezes em 2022, acompanhando a elevação de custos dos empréstimos, prevista para maio próximo.

Ritmo do tapering – Igualmente no foco do mercado, a divulgação, nessa quarta (24) da ata do Fed, que dará mais detalhes sobre o programa de redução da compra de Treasuries e títulos lastreados em hipotecas no mercado local (tapering), que custa ao Tio Sam, por mês, a bagatela de US$ 120 bilhões (em compras mensais, a título de manter a maior economia do planeta em movimento, medida criada durante a pandemia.

Redução inicial – Nesse sentido, a última informação disponível é de que haveria uma redução inicial de US$ 15 bilhões, já este ano, até o encerramento do programa, previsto para junho de 2022. No entanto, a conjuntura de preços ‘aquecidos’ – poderá fazer com que o Fed ‘acelere’ o ritmo do tapering.

‘Levando mais a sério’ – Para o economista-chefe do JPMorgan, Michael Feroli, a autoridade monetária está começando ‘a levar mais a sério’ os indicadores de melhoria do mercado de trabalho, tendo em vista agir no sentido de combater a inflação crescente.

Caged informa – E por falar de emprego, na agenda brasilis, a divulgação do índice do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) relativo a outubro;  o índice de Confiança do Consumidor de novembro, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV); dados de arrecadação federal, pela Receita, no início da tarde, e divulgação do fluxo cambial estrangeiro pelo BC.

Agenda ianque – Na agenda ianque, a Associação dos Banqueiros Hipotecários (MBA na sigla em inglês) divulga informações sobre pedidos de hipotecas, juros de hipotecas com vencimento em 30 anos e pedidos de refinanciamento hipotecário; levantamento dos pedidos de seguro-desemprego; divulgação do PIB do terceiro trimestre (3T21); números sobre renda e gastos pessoais em outubro; dados de estoques de petróleo e combustíveis, além de atividade das refinarias, culminando, por volta das 16h (horário de Brasília), com a divulgação da ata do Comitê Federal

Leitura de relatório – Na terra tupiniquim, a expectativa do mercado é quanto à leitura do texto da PEC dos Precatórios pelo relator na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), senador Fernando Bezerra, também líder do governo no Senado, com a expectativa de que este seja votado pela comissão amanhã (25).

Mudanças na PEC – Consciente das resistências no Senado à versão da proposta formulada pela Câmara, Bezerra empreende negociações que a alterem, para colocá-la em condições de votação em Plenário. No momento, estão sendo discutidas mudanças, como: a instituição de um programa permanente   de transferência de renda (não mais até dezembro de 2022), com parcelas fixas de R$ 400,00; criação de auditoria ou comissão mista que vai acompanhar a evolução dos precatórios; previsibilidade ao pagamento das dívidas judiciais e a vinculação específica dos recursos do novo espaço fiscal aberto com a proposta ao Auxílio Brasil. Além disso, permanece pendente a identificação de uma fonte de financiamento dessa última proposta.

Abono, sim – Também estão incluídas nesse ‘pacote’, a exigência de que estados e municípios não transformem os recursos em despesas permanentes, o que poderia levar ao desequilíbrio das contas municipais, no longo prazo. Igualmente para atenuar o impacto fiscal, está na pauta proposta de que 60% dos recursos repassados aos professores, inclusive aposentados e pensionistas, seja feita sob a forma de abono, sem caracterizar aumentos salariais. Nunca é demais lembrar que, para ser aprovada, a matéria tem de ter a mesma versão aprovada em dois turnos, por ambas as casas legislativas.

Stoxx 600 sobe – Voltando ao cenário externo, na Europa, acossada por novo surto de covid-19 na Áustria e na Alemanha, o índice Stoxx 600 – composto pelas 600 empresas dos principais setores de 17 países europeus – subia 0,4% nesta quarta (24), com destaque positivo dos setores de petróleo e gás e negativo do setor de lazer.

Cingapura cresce – Como já é tradicional, as bolsas asiáticas fecharam com desempenhos mistos hoje (24), beneficiadas pela informação de que a economia de Cingapura cresceu 7,1% no terceiro trimestre (3T21), no confronto com igual período de 2020, o que superou a expectativa do mercado, de um avanço de 6,5%.

EUA queima reservas – No terreno das commodities, a principal novidade é o anúncio do presidente Joe Biden, de que pretende queimar sua reserva de 50 milhões de barris para força a baixa do petróleo no mercado internacional.

Principais indicadores

Estados Unidos (futuro)

Dow Jones Futuro (EUA), -0,30%

S&P 500 Futuro (EUA), -0,24%

Nasdaq Futuro (EUA), -0,17%

Ásia

Nikkei (Japão), -1,58% (fechado)

Shanghai SE (China), +0,1% (fechado)

Hang Seng Index (Hong Kong), +0,14% (fechado)

Kospi (Coreia do Sul), -0,1% (fechado)

Europa

FTSE 100 (Reino Unido), +0,03%

Dax (Alemanha), -0,35%

CAC 40 (França), -0,23%

FTSE MIB (Itália), +0,03%

Commodities

Petróleo WTI, +0,06%, a US$ 78,55 o barril

Petróleo Brent, -0,01%, a US$ 82,30 o barril

Minério de ferro (Contratos futuros bolsa de Dalian): +5,84%, a 616,5 iuanes = US$ 96,51 (USD/CNY = 6,39)

Criptomoedas

Bitcoin, +1,02%, a US$ 56.836,51.

Publicidade
Comentários

Ações, Units e ETF's

Ibovespa fecha em baixa de 0,87%, aos 101.915,45 pontos

O Ibov acumula perda de 1,53% em novembro, sendo menos 14,37% em 2021 e menos 6,41% em 12 meses.

Publicado

em

Crédito: Agência Brasil

O Ibovespa fechou a sessão desta terça-feira (30) em baixa de 0,87%, aos 101.915,45 pontos. O giro financeiro marcou R$ 46,9 bilhões.

O Ibov acumula perda de 1,53% em novembro, sendo menos 14,37% em 2021 e menos 6,41% em 12 meses

Em Nova York, o Dow Jones caiu 1,86% (34.483,92), o S&P 500 caiu 1,90% (4.566,95), e a Nasdaq caiu 1,55% (15.537,69).

Na Europa, Frankfurt caiu 0,89%; Londres caiu 0,44%; Paris caiu 0,55%; Madri caiu 0,98%; Stoxx 600 caiu 0,62% (464.36).

O dólar, por sua vez, fechou em alta de 0,46%, a R$ 5,6355, e os Treasuries, que são títulos do Tesouro norte-americano, ficou assim: o T-bond de 30 anos recuou a 1,7870% (1,8532%), o T-note de 2 anos subiu para 0,5470% (0,4843%), e o T-note de 10 anos caiu para 1,4380% (1,4979%).

Em relação aos juros futuros, após os ajustes, o DI para janeiro de 2023 caiu para 11,870% (de 11,896%); para janeiro de 2024 a 11,660% (11,723%); para janeiro de 2025 a 11,490% (11,595%); para janeiro de 2027 a 11,380% (11,573%); para janeiro de 2029 a 11,410% (11,582%); e para janeiro de 2031 a 11,380% (11,572%).

Foto divulgação

Ibovespa: empresas

  • Confira as 3 maiores altas do dia 30, segundo a Eleven Financial:

    📈#CCRO3 +6,95% (R$ 12,31)
    📈#YDUQ3 +4,35% (R$ 21,83)
    📈#BBAS3 +3,34% (R$ 31,84)

  • Confira as 3 maiores baixas do dia 30:

    📉#LWSA3 -10,09% (R$ 13,19)
    📉#CASH3 -9,12% (R$ 2,99)
    📉#CVCB3 -6,39% (R$ 13,62)

Caged

O Caged mostrou uma geração de 253.083 empregos formais em outubro. No ano, o saldo é positivo em 2,645 milhões de empregos. Já o levantamento referente a outubro ficou abaixo da mediana das estimativas (260 mil), que variavam entre 206.121 e 470.065

Ibovespa: commodities

Do lado das commodities, o barril do WTI para janeiro caiu 5,39% na Nymex, para US$ 66,18, enquanto o Brent para fevereiro perdeu 5,45% na ICE, para US$ 69,23 o barril.

O cobre, por sua vez, recuou com incertezas sobre impacto da Ômicron na demanda por commodities. Na Comex, dezembro caiu 2,23%, a US$ 4,2780/libra-peso; na LME, contrato de 3 meses tinha baixa de 1,40%, a US$ 9.458,50/t.

Já o contrato de ouro para fevereiro, que se tornou o mais líquido na Comex, caiu 0,49%, para US$ 1.776,50 por onça-troy.

Coronavírus

Levantamento do consórcio de imprensa mostra que o Brasil registrou na segunda-feira (29) 114 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de óbitos chegando a 614.428 desde o início da pandemia.

Assim, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 227. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -7% e aponta tendência de estabilidade.

Continue lendo

Ações, Units e ETF's

BTG coloca no mercado seu 1º fundo de índice de ações de commodities do país

Atualmente, as commodities representam 65% das exportações brasileiras

Publicado

em

O BTG colocou no mercado seu primeiro fundo de índice de ações de commodities do país. Trata-se do ETF BTG Pactual Teva Ações Commodities Brasil Fundo de Índice (CMDB11), que replica o índice Teva Ações Commodities Brasil, negociado em bolsa.

O movimento se dá em parceria com a Teva Indices, e o ETF reúne 29 empresas brasileiras de commodities responsáveis por 97% das exportações do setor.

Segundo o BTG, o ETF é composto por empresas que atuam em mineração e metalurgia, alimentos de carnes e derivados, papel e celulose, açúcar e álcool, extração de petróleo e produção agrícola.

Sócio e head de renda variável da BTG Pactual Asset Management, Will Landers disse que o Brasil é um dos maiores produtores e exportadores de commodities no mundo, que segue com tendência de alta puxada pela recuperação da demanda internacional.

Ele ressaltou que o ETF CMDB11 nasce como ótima alternativa doméstica para diversificar os investimentos, apostando em um setor atrelado à economia global, com receita dolarizada.

Colheita de soja

BTG – Commodities

De acordo com o BTG, entre julho de 2016 e outubro de 2021 o índice acumulou uma performance de 254,4% ante 98,2% do Ibovespa no mesmo período. Atualmente, as commodities representam 65% das exportações brasileiras. No mercado global, o Brasil representa 50% do comércio mundial de soja, 13,4% da produção global de carnes e 4% da produção de petróleo.

Continue lendo

Ações, Units e ETF's

Ânima (ANIM3) consolida posicionamento em educação médica, diz XP

A companhia anunciou que a DNA Capital investirá R$1 bi na Inspirali

Publicado

em

A XP Investimentos analisou o ativo Ânima Educação (ANIM3) em seu portfólio e optou por reiterar a recomendação de Compra.

De acordo com a corretora, a companhia anunciou que a DNA Capital investirá R$ 1 bilhão na Inspirali, a vertical de faculdades de medicina, por uma participação de 25%.

Também disse que a transação visa acelerar os esforços de expansão da Inspirali e fortalecer seu ecossistema.

E acrescentou que a Inspirali se tornará uma empresa independente para que a transação prossiga e, ao fazer isso, pode destravar valor ao separar os dois negócios – educação não-médica e educação médica.

“Por fim, a transação ajudará a Ânima em seus esforços de desalavancagem, trazendo a dívida líquida/EBITDA pró-forma para 2,8x (considerando os números do 3T21)”, destacou.

Ânima

Em relação à Ânima, o EV atual da companhia por vaga na escola de medicina é de R$ 3,7 milhões, enquanto o da Afya – outra empresa de faculdades de medicina – é de R$ 3,6 milhões.

“No entanto, é importante destacar que Ânima não é uma companhia puramente de faculdades de medicina, sendo que apenas 37% do seu EBITDA de 9M21 derivou da Inspirali. Consequentemente, nossa visão é que uma avaliação por soma das partes poderá revelar mais valor”, rtessaltou.

E disse mais: “a Ânima apresentou um endividamento líquido (excluindo arrendamentos) de R$ 3,1 bilhões no 3T21, sendo que R$ 2 bilhões desse valor serão alocados na Inspirali no momento da reorganização (consulte a Figura 2). A transação deve trazer a dívida líquida/EBITDA pró-forma para 2,8x (excluindo arrendamentos).”

Veja ANIM3 na Bolsa:

Continue lendo

MAIS ACESSADAS