Conecte-se conosco

Imposto de Renda - IRPF

Governo deve enviar em agosto proposta de aumento da faixa de isenção do IRPF

Paulo Guedes pretende enviar de uma só vez todas as sugestões do governo para a reforma tributária até o dia 15 de agosto.

Publicado

em

imposto

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), aprovou a estratégia do ministro da Economia, Paulo Guedes, de reunir e enviar todas as sugestões para a proposta de reforma tributária de uma única vez, até o dia 15 de agosto. Bolsonaro também solicitou que sejam incluídas as ideias para reformulação do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

Em um primeiro momento, as sugestões de reforma tributária seriam enviadas ao Congresso Nacional em quatro etapas. Nesta quarta-feira, 29, Guedes e o ministro da articulação política, Luiz Eduardo Ramos, fizeram a primeira reunião técnica sobre pontos da proposta já enviada ao Congresso.

No encontro, realizado no Palácio do Planalto, também estiveram presentes o secretário especial da Receita Federal, José Tostes, e o relator, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

A ideia é aumentar a faixa de isenção do IRPF, hoje configurada em R$ 1.903,98 ao mês; encolher algumas alíquotas; reduzir ou até mesmo extinguir as deduções de despesas educacionais, com saúde e dependentes.

Na primeira parte da reforma tributária foi enviada a proposta de unificação dos impostos Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) na Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS).

Propostas sobre a criação do imposto sobre pagamentos eletrônicos, com o intuito de desonerar a folha de pagamento; alterações no Imposto sobre os Produtos Industrializados (IPI) e a reformulação do IR Pessoa Física e Pessoa Jurídica deveriam ser entregues em seguida, também fracionadas.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.