Conecte-se conosco

Ações, Units e ETF's

Ibovespa fecha sessão na máxima do dia, avançando 0,97%, aos 118.811 pontos

A bolsa começou a semana com o pé direito

Publicado

em

Bolsa de Valores: Falta de conhecimento faz investidor perder dinheiro

O Ibovespa fechou a sessão desta segunda-feira (12) na máxima do dia, avançando 0,97%, aos 118.811 pontos, mesmo com as bolsas americanas realizando lucros após as altas recentes e um cenário político conturbado.

A bolsa começou a semana com o pé direito, e o contraponto ficou por conta do dólar e do mercado de juros, cuja repercussão do cenário político-fiscal se deteriorou ainda mais na parte da tarde.

Isso por conta do Orçamento de 2021, cujo desfecho é esperado para essa semana, o descontrole da pandemia e informações de que o governo estuda retirar parte dos gastos com saúde do teto de gastos, abrindo espaço para as emendas parlamentares.

Ibovespa fecha sessão na máxima do dia, avançando 0,97%, aos 118.811 pontos

Bolsa de valores de São Paulo

Ibovespa – Dólar

O dólar à vista chegou a abrir o dia em queda, mas a mudança de direção dos juros dos Treasuries, nos Estados Unidos, pesou e a tensão em Brasília aprofundou a alta da divisa, que fechou com um avanço de 0,84%, a R$ 5,7224.

Os principais contratos de DI também apresentaram um alívio mais forte durante a manhã, mas reduziram o movimento ao longo da tarde, quase zerando a queda. Confira as taxas de fechamento:

Janeiro/2022: estável em 4,72%

Janeiro/2023: estável em 6,55%

Janeiro/2025: de 8,28% para 8,25%

Janeiro/2027: de 8,93% para 8,87%

Ibovespa – lucros

Hoje o Ibovespa não contou com o apoio de Wall Street para subir. Em Nova York, o dia foi de sessão majoritariamente negativa após os recordes registrados na semana anterior. O Dow Jones recuou 0,16%, o Nasdaq caiu 0,36% e o S&P 500 teve leve alta de 0,01%. Nos Estados Unidos também existe uma expectativa para a temporada de balanços que começa nesta semana. Por isso, os investidores aproveitam para rever suas posições.

O dia também foi de avanço do rendimento dos Treasuries, mesmo após o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, afirmar durante o fim de semana que não há chances de um aumento de juros ainda este ano.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.