Conecte-se conosco

Empresas

iFood distribuirá US$ 10 milhões para aqueles que criarem uma embalagem circular

No período pandêmico, o aumento do delivery aumentou o impacto sobre o meio ambiente devido ao aumento do descarte irregular de embalagens plásticas.

Publicado

em

A plataforma de delivery, o iFood, tem como meta reduzir o impacto que suas caixas, potes e sacolas de delivery tem sobre o meio ambiente.

Por isso, fechou uma parceria com a Xprize e irá realizar um concurso de inovação que vai estimular o desenvolvimento de embalagens de formato circular de alimentos e que seja biodegradável. Os prêmios totalizarão US$ 10 milhões para as equipes selecionadas.

Veja também: Planeta mais sustentável: carros elétricos são a maior aposta para o futuro

O objetivo é que as equipes se concentrem em desenvolver embalagens biodegradáveis e flexíveis, que sejam segura para a saúde humana e que seja possível fazer uma produção em larga escala.

Aquele grupo que alcançar o primeiro lugar receberá US$ 6 milhões. A segunda colocada levará para casa US$ 2 milhões, e a terceira US$ 1 milhão.

A competição conta ainda com mais US$ 1 milhão para oferecer como prêmio aos participantes que conseguirem atingir algumas das metas traçadas durante a competição.

“Só a inovação possibilita a criação de soluções para diminuir o impacto das empresas no meio ambiente e combater as mudanças climáticas. (…) temos o desejo de acompanhar de perto o desenvolvimento de soluções sustentáveis que possam ser replicadas em larga escala para todo o mundo”, disse os diretos de planejamento e sustentabilidade do iFood, João Barreto.

Pandemia aumentou lixo produzido por delivery

No período pandêmico, o aumento do delivery aumentou o impacto sobre o meio ambiente devido ao aumento do descarte irregular de embalagens plásticas, segundo a pesquisa divulgada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e publicada previamente pela MDPI, que é uma renomada editora de artigos científicos.

É por isso que o iFood tem como objetivo criar projetos de sustentabilidade para mudar esse cenário. No ano de 2021, a companhia se integrou ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU).

Todos os objetivos estão traçados dentro do programa iFood Regenera, que prevê o investimento em veículos elétricos, assim como em cooperativas de reciclagem como uma das metas.

“A pandemia nos apresentou novas responsabilidades. Precisávamos usar ainda mais nossas ferramentas, nosso potencial de inovação, e promover soluções transformadoras que revertam os impactos socioambientais típicos de uma operação de delivery”.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS