Conecte-se conosco

Política

Lira diz que ‘situação está ficando crítica’ e cobra alternativa do governo para o auxílio emergencial

Presidente da Câmera, no entanto, ressaltou a importância de respeitar o teto de gastos.

Publicado

em

Arthur Lira

Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados, afirmou nesta quinta-feira, 11, que a situação está ficando crítica por conta da pandemia do novo coronavírus. Ele ainda cobrou do governo alternativas para o pagamento de um auxílio aos mais vulneráveis.

Lira destacou que Paulo Guedes, ministro da Economia, precisa encontrar “rapidamente” uma solução para o auxílio. “Se nós tivermos alguma ‘excepcionalização’ com relação à calamidade pandêmica, acho que o governo tem os mecanismos para solucionar isso rápido”, ressaltou o presidente da Câmara.

Ele também acrescentou o papel de Guedes diante do contexto: “Mas urge que o ministro Guedes nos dê, com sensibilidade do governo, uma alternativa viável dentro dos parâmetros da economia como ele pensa e como a sociedade deseja. A situação está ficando crítica na população e a gente tem que encontrar uma alternativa”.

Entretanto, Lira ressaltou que qualquer alternativa deve respeitar o teto de gastos, que impede o crescimento das despesas acima da inflação do ano anterior.

“Nada fora do teto. Não há possibilidade de fazer nenhum movimento que quebre as regras que nós mesmos criamos de legislação a não ser com a pandemia, com uma segunda onda muito grave, que o governo teria seus mecanismos para startar”, finalizou.

Você pode gostar
Continue lendo
Publicidade
Comentários