Conecte-se conosco

Mundo

Mais de 100 iPhones foram apreendidos pela Receita Federal em Recife

Os produtos agora estão nos depósitos da Receita Federal, e os passageiros foram autuados. Confira a matéria!

Publicado

em

Recentemente, no aeroporto de Recife, ocorreu uma apreensão de 105 iPhones que vinham de São Paulo. Os portadores dos aparelhos não tinham como comprovar que a importação dos celulares era regular, por este motivo o confisco aconteceu.

Veja também: Justiça Federal fará leilão com descontos

Além dos iPhones, a Receita Federal também apreendeu cerca de 100 perfumes de marcas importadas, e outros dispositivos eletrônicos, como fones e carregadores.

Os produtos agora estão nos depósitos da Receita Federal, e os passageiros foram autuados. Eles precisarão provar a regularidade dos produtos, caso contrário, eles irão para leilão da receita.

Além disso, se os portadores não estiverem em dia com a receita da carga, além das sanções fiscais, podem ser indiciados e pegar de 1 a 4 anos de prisão. A carga foi estimada no valor de R$ 500 mil.

A Receita Federal está ao lado da Anatel para combater a importação de produtos irregulares no país. A fiscalização mais intensa começou no ano passado, e o Mercado Livre tem sido o principal alvo das operações.

Só em outubro de 2021, 9,8 mil dispositivos – celulares – foram apreendidos nas operações. Estima-se que o valor destes produtos esteja em torno de R$ 1,2 milhão.

Além dos dispositivos de telecomunicação, recentemente foram apreendidas as famosas IPTVs – ou TV Box -, que ocasionou na prisão de um contador que comercializava os aparelhos e mantinha um site ilegal de transmissão pirata.

Neste caso, os produtos confiscados foram distribuídos para escolas e utilizados como computadores. O suspeito pagou fiança de R$ 5 mil para responder em liberdade.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS