Conecte-se conosco

Concursos e Processos Seletivos

Ministério da Economia abre edital com 590 vagas de níveis médio e superior

Contratos de trabalho poderão ter até 5 anos de duração, com salários que variam entre R$ 1.700 e R$ 6.130.

Publicado

em

Ministério da Economia

O Ministério da Economia publicou na última segunda-feira, 8, o edital para seu novo concurso. Ao todo, a oferta é de 590 vagas temporárias de níveis médio/técnico e superior, sendo 100 vagas imediatas e 490 para a formação de cadastro reserva. Confira a distribuição das vagas a seguir:

Nível médio/técnico:

  • Agente de apoio de prestação de contas – 8 vagas imediatas + 52 vagas CR

Nível superior:

  • Analista de prestação de contas – 48 vagas imediatas + 202 vagas CR
  • Analista de instauração de tomada de contas especial – 40 vagas imediatas + 200 vagas CR
  • Coordenador de análise de prestação de contas – 4 vagas imediatas + 36 vagas CR

Para o cargo de Agente de apoio de prestação de contas, é necessário ter nível médio/técnico em Administração, Contabilidade ou Informática, e a remuneração será de R$ 1.700. Já para os cargos de analista, os candidatos devem ter graduação em qualquer área, sendo que os ganhos serão de R$ 3.800.

Para coordenador de análise de prestação de contas, é preciso ter nível superior em Administração, Economia, Contabilidade ou Direito, além de experiência profissional superior a três anos ou título de pós-graduação latu sensu, mestrado ou doutorado. Neste caso, o salário é de R$ 6.130.

Os candidatos selecionados farão parte do quadro do Ministério da Economia e serão lotados em Brasília (DF). Os contratos de trabalho terão duração de um ano, podendo ser prorrogados e chegar a cinco anos.

Inscrições concurso Ministério da Economia

Os interessados em participar do certame poderão se inscrever até 14 de março, pelo site do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib), banca organizadora do concurso. Na página, também é possível fazer o download do edital.

Será cobrada uma taxa de inscrição no valor de R$ 36 para nível médio e de R$ 38 para os cargos de nível superior. Vale destacar que inscritos no CadÚnico e doadores de medula óssea podem solicitar a isenção da taxa de inscrição até o dia 10 de fevereiro.

Etapas do concurso

Os candidatos do concurso Ministério da Economia serão avaliados por meio de provas objetivas e de títulos. A prova objetiva será aplicada no dia 11 de abril, e será constituída por 60 questões de Conhecimentos Gerais (Língua Portuguesa, Ética na Administração Pública e Legislação e Informática Básica) e Específicos.

Já a prova de títulos vale dez pontos, e os documentos poderão ser entregues entre os dias 10 e 13 de maio. O resultado final será divulgado em 7 de junho. O concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Concursos e Processos Seletivos

Receita Federal vai abrir concurso com salários de até R$ 21 mil ainda este ano

Prova ocorre em dois meses

Publicado

em

Dívidas: Receita Federal lança edital para negociar débitos; saiba tudo aqui

A Receita Federal vai abrir concurso com salários de até R$ 21 mil ainda este ano. A autarquia confirmou que serão 699 vagas.

Também disse que, ao todo, serão 230 oportunidades para Auditor-Fiscal e 469 para Analista-Tributário, segundo adiantou o site Direção Concursos.

Já o prazo entre o edital e a prova será de dois meses, ao invés dos quatro meses habituais para esse tipo de concurso.

Isso porque no início de 2019 o Congresso estipulou o salário inicial dos auditores em R$ 21.029,09.

Para Analista Tributário, o salário é de R$ 12.142,39 e, além disso, os profissionais recebem uma série de benefícios:

bônus de eficiência, que é pago em adição ao salário normal;

redução do número de níveis na tabela salarial (de 13 para 9);

redução no tempo de mudança para o próximo nível (18 meses para 12), o que permite o servidor chegar mais rápido ao teto da carreira (8 anos).

Receita Federal - Imposto de Renda IRPF

Continue lendo

Concursos e Processos Seletivos

Banco do Brasil: Concurso oferece 4.480 vagas para Escriturário

Oportunidade de carreira

Publicado

em

Banco do Brasil

O Banco do Brasil realiza concurso público este ano para reforçar seu quadro de funcionários, conforme informado pela própria instituição.

Inclusive, o edital já foi lançado e traz 4.480 vagas para Escriturário. A autorização foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (24).

O documento informa que serão 2.240 vagas imediatas e mais 2.240 vagas para formação de cadastro de reserva no nível inicial da carreira administrativa, cargo de Escriturário.

Também destaca que no cadastro reserva as chamadas ocorrem conforme a necessidade do banco no decorrer da validade da seleção, que será de até 2 anos.

Banco do Brasil

Banco do Brasil

A instituição financeira destaca, ainda, que há vagas com foco em novas áreas de relacionamento do banco: Agente de Tecnologia e Agente Comercial.

Também disse que o concurso é nacional e traz vagas em todos os estados do país – a lista de vagas por cidade você pode conferir no anexo I do edital. A Fundação Cesgranrio é quem coordena a seleção e aplicará provas em várias cidades de cada estado.

O salário inicial do cargo é de R$ 3.022,37 por jornada de trabalho de 30 horas semanais, mais benefícios como participação nos lucros ou resultados, vale-transporte, auxílio-creche, ajuda alimentação/refeição auxílio a filho com deficiência, previdência complementar, acesso a programas de educação e capacitação e possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional.

O edital reserva 5% das vagas para as pessoas com deficiência e 20% ficam para candidatos negros e pardos.

As inscrições no novo concurso ficam abertas até as 23h59min do dia 28 de julho de 2021, pela internet, por meio do endereço eletrônico da empresa organizadora do concurso: www.cesgranrio.org.br. Será cobrada taxa de inscrição no valor de R$ 38.

Continue lendo

Concursos e Processos Seletivos

Oportunidade: Ibama é autorizado a contratar 1.659 profissionais

De acordo com a Portaria nº46, há estimativa para contratar até 912 brigadistas; 160 chefes de esquadrão; e 71 chefes de brigada, no caso das “brigadas normais”. 

Publicado

em

Portaria conjunta dos ministérios da Economia e do Meio Ambiente publicada nesta terça-feira, 4, no Diário Oficial da União autoriza o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) a contratar, por tempo determinado, até 1.659 profissionais para o atendimento de emergências ambientais. Os contratos terão validade de até seis meses e o valor da remuneração será estabelecido pelo Ibama.

De acordo com a Portaria nº46, há estimativa para contratar até 912 brigadistas; 160 chefes de esquadrão; e 71 chefes de brigada, no caso das “brigadas normais”.  Já para as brigadas especializadas foi autorizada a contratação de 393 brigadistas; 53 chefes de esquadrão; e 25 chefes de brigada.

Vale ressaltar que serão contratados também 40 gerentes estaduais e cinco gerentes federais.

Leia também: JBS desenvolve plataforma blockchain para monitorar cadeia produtiva

Continue lendo

MAIS ACESSADAS