Conecte-se conosco

Concursos e Processos Seletivos

Ministério da Economia abre edital com 590 vagas de níveis médio e superior

Contratos de trabalho poderão ter até 5 anos de duração, com salários que variam entre R$ 1.700 e R$ 6.130.

Publicado

em

Ministério da Economia

O Ministério da Economia publicou na última segunda-feira, 8, o edital para seu novo concurso. Ao todo, a oferta é de 590 vagas temporárias de níveis médio/técnico e superior, sendo 100 vagas imediatas e 490 para a formação de cadastro reserva. Confira a distribuição das vagas a seguir:

Nível médio/técnico:

  • Agente de apoio de prestação de contas – 8 vagas imediatas + 52 vagas CR

Nível superior:

  • Analista de prestação de contas – 48 vagas imediatas + 202 vagas CR
  • Analista de instauração de tomada de contas especial – 40 vagas imediatas + 200 vagas CR
  • Coordenador de análise de prestação de contas – 4 vagas imediatas + 36 vagas CR

Para o cargo de Agente de apoio de prestação de contas, é necessário ter nível médio/técnico em Administração, Contabilidade ou Informática, e a remuneração será de R$ 1.700. Já para os cargos de analista, os candidatos devem ter graduação em qualquer área, sendo que os ganhos serão de R$ 3.800.

Para coordenador de análise de prestação de contas, é preciso ter nível superior em Administração, Economia, Contabilidade ou Direito, além de experiência profissional superior a três anos ou título de pós-graduação latu sensu, mestrado ou doutorado. Neste caso, o salário é de R$ 6.130.

Os candidatos selecionados farão parte do quadro do Ministério da Economia e serão lotados em Brasília (DF). Os contratos de trabalho terão duração de um ano, podendo ser prorrogados e chegar a cinco anos.

Inscrições concurso Ministério da Economia

Os interessados em participar do certame poderão se inscrever até 14 de março, pelo site do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib), banca organizadora do concurso. Na página, também é possível fazer o download do edital.

Será cobrada uma taxa de inscrição no valor de R$ 36 para nível médio e de R$ 38 para os cargos de nível superior. Vale destacar que inscritos no CadÚnico e doadores de medula óssea podem solicitar a isenção da taxa de inscrição até o dia 10 de fevereiro.

Etapas do concurso

Os candidatos do concurso Ministério da Economia serão avaliados por meio de provas objetivas e de títulos. A prova objetiva será aplicada no dia 11 de abril, e será constituída por 60 questões de Conhecimentos Gerais (Língua Portuguesa, Ética na Administração Pública e Legislação e Informática Básica) e Específicos.

Já a prova de títulos vale dez pontos, e os documentos poderão ser entregues entre os dias 10 e 13 de maio. O resultado final será divulgado em 7 de junho. O concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.