Conecte-se conosco

Economia

Musk diz que vai parar de aceitar encomendas da Tesla

A escassez de determinados componentes está afetando a produção da Tesla drasticamente. Confira aqui o cenário!

Publicado

em

Elon Musk fez um comunicado no qual disse que irá parar de receber encomendas da Tesla. Ao que tudo indica, a escassez de insumos continua tendo um impacto significativo na empresa do bilionário. Nesse sentido, mesmo que o processo de migração para a utilização de veículos elétricos esteja ocorrendo por diversos fatores, sendo um deles o valor da gasolina.

Veja também: Bilionário Elon Musk diz morar em casa simples. Será?

Em vista disso, a Tesla precisou fazer um comunicado no qual disse que poderia deixar de aceitar encomendas devido ao tempo de espera que já está passando do limite razoável, chegando a passar de um ano.

Por conseguinte, o próprio Elon Musk revelou que a empresa poderá passar por uma série de problemas, tornando-se necessário limitar os novos pedidos da Tesla.

E, de fato, essa não é uma preocupação que assola somente a Tesla. A priori, toda a indústria está sofrendo com a falta de componentes relativos à fabricação de veículos, o que acaba prejudicando o cronograma das montadoras.

Desse modo, “a demanda agora excede a oferta em um grau absurdo. Na verdade, provavelmente vamos limitar ou simplesmente parar de receber pedidos para qualquer carro além de um determinado período, porque parte desse tempo (para entrega de novos carros) pode chegar a demorar mais de um ano”, afirmou o empresário durante o evento FT Future of Cars Conference.

De fato, a crise dos componentes tem raízes em diversas dinâmicas que estão ocorrendo no tecido social, hodiernamente. Esse quadro, no entanto, pelos comentários do próprio Musk, é difícil de ser resolvido uma vez que existe uma interdependência no que refere-se a distribuição de determinados componentes essenciais para a fabricação de veículos elétricos.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS