Conecte-se conosco

Economia

Reforma Tributária vai dar isenção a dividendos; saiba mais aqui

Executivo quer emplacar medida

Publicado

em

Consultorias atualizam projeções por conta do PIB menor, moeda mais fraca, inflação e Selic em alta

A Reforma Tributária que o governo tenta implementar deve conceder isenção aos dividendos. Isso porque o Executivo pretende criar uma faixa exclusiva às pessoas físicas.

A informação é do jornalão Valor Econômico, e destaca que o Palácio do Planalto tem feito pedidos ao ministério da Economia para mudar alguns pontos no projeto a ser enviado ao Congresso no âmbito da reforma tributária. Embora ainda sem prazo para o envio, o texto já vem sendo discutido com parlamentares.

Também disse que o ministério da Economia deseja incluir na reforma tributária uma série de mudanças no IR para pessoas físicas. O objetivo do governo é elevar a faixa de isenção do imposto de renda sobre os rendimentos tributáveis, como salários. Para isso, deve eliminar uma série de isenções sobre investimentos.

Governo anuncia antecipação de 13º para beneficiários do INSS

(Blank Headline Received)

Dividendos

Ainda de acordo com o periódico, o fim da isenção de IR sobre dividendos distribuídos por empresas a seus acionistas é a medida mais notória e com mais chances de passar, de acordo com especialistas ouvidos pelo Seu Dinheiro. Em compensação, a alíquota de IR sobre os lucros da pessoa jurídica seria reduzida.

Ocorre que o governo quer também acabar com as isenções sobre os rendimentos de títulos de renda fixa hoje incentivados, como LCI, LCA, CRI e CRA.

O Valor elencou, ainda, que há resistências em alas do governo em tributar estes produtos, devido ao caráter impopular da medida junto à classe média e ao impacto que a tributação poderia ter para o financiamento da agropecuária, para o qual são utilizados os CRA e as LCA. No entanto, diz o jornal, uma fonte do Ministério da Economia disse que o ministro Paulo Guedes estaria conseguindo debelar esta preocupação.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.