Conecte-se conosco

Ações, Units e ETF's

Vale pressiona e Ibovespa opera em queda

As ações da mineradora recuam acompanhando o declínio do minério de ferro, com indicação de demanda por aço mais fraca

Publicado

em

À espera dos comunicados dos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos, o Ibovespa operava sem tendência definida. Há pouco, no entanto, a blue chips, Vale começou a cair e puxou o indicador para baixo. Às 11h41, o índice doméstico registrava queda de 0,31%, aos 99.948 pontos.

As ações da mineradora recuavam 2,48%, acompanhando a queda do minério de ferro com indicação de demanda por aço mais fraca do que o esperado.

Os investidores não esperam mudanças nas taxas de juros do Brasil e dos EUA. A expectativa é com o comunicado que será divulgado após o anúncio da decisão.

Mais cedo, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) informou que o Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) subiu 4,34% em setembro, ante 2,53% em agosto. Com o resultado, o acumulado no ano passa para 13,98% e, em 12 meses, para 17,03%. O Índice de Preços ao Produtor (IPA) avançou para 5,99% em setembro, contra 3,38% em agosto.

Do lado corporativo, destaque para Petrobras e Droga Raia. A petroleira informou a troca de US$ 4 bilhões em Global Notes por títulos registrados na SEC (equivalente a CVM), o início da fase para venda do Bloco Tayrona, na Colômbia. Já Droga Raia, os acionistas aprovaram o desdobramento de ações de 1 para 5. As ações registravam alta de 0,28% e de 0,14%, respectivamente.

Nos EUA, o petróleo opera em alta após os números não oficiais sobre os estoques. O Instituto Americano de Petróleo (API) informou que os estoques caíram 9,5 milhões na semana, o que foi considerado positivo.

O índice Dow Jones subia 0,43%, aos 18.115 pontos e o Nasdaq operava com pequena queda, de 0,18%, aos 11.172 pontos.

 

 

Continue lendo
Publicidade
Comentários