Conecte-se conosco

Imposto de Renda - IRPF

Veja como saber se você caiu na malha fina do Imposto de Renda 2021

Contribuintes podem acessar os principais canais de atendimento da Receita Federal para acompanhar o status da sua declaração.

Publicado

em

Imposto de Renda

Dados divulgados pela Receita Federal mostram que quase 870 mil contribuintes caíram na malha fina do Imposto de Renda (IR 2021). Conforme esclarece o órgão, das 36.868.780 declarações entregues este ano, 869.302 foram retidas em malha – o equivalente a 2,4% do montante.

Leia mais: Reforma do Imposto de Renda pode elevar faixa de isenção a R$ 5 mil

Dando continuidade à análise dos números, um total de 666.647 são de declarações com imposto a restituir, 181.992 são de impostos a pagar, e 20.663 apresentam saldo zero. Além do detalhamento acerca do IR deste ano, o órgão também elencou alguns dos principais motivos de retenção na malha fina dos contribuintes. Confira:

  • As omissões de rendimentos sujeitos ao ajuste anual, seja de titulares e dependentes declarados, representam 41,4%;
  • Deduções da base de cálculo, principal motivo de dedução – despesas médicas – equivalem a 30,9%;
  • Divergências no valor de IRRF entre o que consta em Dirf e o que foi declarado pela pessoa física representam 20,0%;
  • Retenções motivadas por deduções do imposto devido, recebimento de rendimentos acumulados, e divergência de informação sobre pagamento de carnê-leão e/ou imposto complementar equivalem a 7,7%.

Como saber se caí na malha do IR 2021? Confira o status da sua declaração

O contribuinte que deseja verificar a situação do seu Imposto de Renda deve consultar a página da Receita Federal na internet ou optar pelo aplicativo do órgão. Durante a verificação, é possível descobrir se há pendências que estão impedindo o recebimento da restituição.

Os contribuintes também podem acessar o “extrato” do IR no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC) da Receita Federal. Para este procedimento, é necessário usar o código de acesso gerado na própria página da Receita ou através de um certificado digital gerado por autoridade habilitada.

Vale destacar que as restituições de declarações que apresentam inconsistência, ou seja, estão em situação de malha, são autorizadas para pagamento somente depois de corrigidas pelos contribuintes ou após o cidadão comprovar que sua declaração está de acordo com a norma vigente.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS