Conecte-se conosco

Economia

Atrasados do INSS: Descubra se você é um dos 73.198 beneficiários que irão receber

Ao todo, 73.198 segurados irão receber os valores atrasados referentes ao INSS. Veja quem tem direito e como solicitar o benefício.

Publicado

em

INSS Saque

As pessoas que venceram ação na Justiça contra Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já podem consultar o pagamento. Valores de até R$ 66 mil (sessenta salários mínimos) entram na rodada de pagamentos. Se o valor for maior que 60 salários mínimos, os precatórios serão depositados em 2022. Além disso, entra no lote de 2022 as decisões emitidas entre 2 de julho de 2020 e 1º de julho de 2021.

Leia mais: Nova função do WhatsApp é ideal para quem fala muito

Na última segunda-feira (22) a Justiça decidiu liberar R$ 1.3 bilhão para pagamento. São ações de revisão de aposentadoria e outros benefícios do INSS.

Vale destacar que os pagamentos são feitos apenas quando não cabe mais ação ou recurso pelo INSS. Para saber se você está nessa lista, basta entrar no site do Tribunal Regional Federal (TRF) responsável. Faça a consulta com o CPF, registro do advogado ou número do processo judicial.

Como saber se vou receber?

Para saber se vai receber atrasados do INSS em 2021, siga as instruções:

1 – Entre no site do TRF (Tribunal Regional Federal);

2 – Clique na opção “Consulta processual”;

3 – Depois em “Número do processo”;

4 – Selecione a opção “Requisições de pagamento”;

5 – Depois na opção “Consultas por OAB, Processo de origem, Ofício Requisitório de origem ou Número de protocolo”;

6 – Informe o CPF,

7 – Registre o número do processo;

8 – Clique em “Não sou um robô”.

Serão pagos cerca de R$ 32 bilhões em processos contra o INSSS

Recentemente, o Conselho da Justiça Federal (CJF) liberou mais de R$ 32 bilhões para o pagamento aos Tribunais Regionais Federais.

Podem receber o dinheiro pessoas que venceram ações de revisão ou concessão contra o Instituo Nacional do Seguro Social (INSS). Neste caso, o valor correspondente da revisão deve ser de até 60 salários mínimos.

As requisições de revisão para benefícios, em especial ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) estão entre as mais comuns. Vale destacar que os processos judiciais contra o INSS figuram entre as principais causas de judicialização no Brasil. Isso se deve, em partes, por conta das constantes atualizações e mudanças na Legislação vigente.

Publicidade
Comentários

MAIS ACESSADAS